FASCINANTE

29/04/2017

VENCER OU PERDER EIS A QUESTÃO


VENCER OU PERDER EIS A QUESTÃO
Marcial Salaverry

As vitórias sempre serão efêmeras,
assim como as derrotas
que sofrermos na vida...
Jamais seremos um eterno vencedor,
pois a vida é um eterno elevador...
Vamos aproveitar nossa vitória,
nosso doce momento de glória,
sem menosprezar
a quem acabamos de derrotar...
Ao vencer e subir, com simpatia olhar
as pessoas com quem cruzar...
Poderemos encontrá-las
quando estivermos descendo...
Quando a alguém for ajudar,
devemos fazê-lo sem recompensas esperar...
Com um ato de solidariedade,
a recompensa será a felicidade...
O que na verdade traz felicidade,
é a junção mágica de amizade,
com uma boa dose de solidariedade...
é saber agir com amorosidade...
Sempre tendo presente
que nosso momento presente,
é nosso melhor presente...
Saibamos aproveitar nosso momento vencedor,
aplainando o caminho, para quando ele se for...
Tão importante quanto saber vencer,
certamente será saber perder,
para não se deixar perder

pelos caminhos da vida...

É ASSIM QUE SE GOSTA

 
É muito gostoso gostar de alguém...
É um sentimento realmente... gostoso...

É ASSIM QUE SE GOSTA
Marcial Salaverry

É assim que se gosta,
sem ter como nem porquê,
pois o gostar não tem o por que?
Apenas diz o porque...
Gostar é um sentimento
que não gosta de lamento...
Gosta-se de quem nos passa felicidade,
e quando se afasta, deixa saudade...
Gosta-se quando juntos,
ou mesmo quando distantes...
Gosta-se apenas,
e as ausências deixam penas...
Não procure saber
o porque desse gostar...
Basta saber curtir
esse gostoso sentir...
Gosto de estar contigo,
e não consigo
ficar sem te ter comigo...
Venha de lá com beijos e abraços,
fique em meus braços...
Fiquemos nos gostando,
e acabaremos nos amando...
Sem ter como e nem porque...

DESEJANDO MELHOR QUALIDADE DE VIDA


Certamente viver com melhor qualidade de vida
é desejo de 12 em cada 10 pessoas...
Mas algo precisamos fazer nesse sentido,
pelo menos nossa parte...
Osculos e amplexos,
Marcial
DESEJANDO MELHOR QUALIDADE DE VIDA
Marcial Salaverry
                              
Não resta a menor sombra de dúvida, de que é desejo de todo ser vivente conseguir viver com melhor qualidade de vida, mas parece ser algo meio fora de propósito nos dias que estamos vivendo, pois de que pode adiantar tomarmos todos os cuidados necessários com nossa saúde, se estamos sujeitos a ver um avião entrar pela janela de nosso escritório, ou então uma bomba explodindo a nosso lado num supermercado, ou então ser encontrado por uma bala perdida, ou estar num navio que afunda, e na verdade,  são muitos os "ou então" para atrapalhar nossa vida, que podem eliminar qualquer possibilidade de termos essa sonhada  melhor qualidade de vida...

Mas não vamos falar nesses detalhes secundários,pois a vida é muito bela e gostosa de ser vivida, e para que possamos desfrutá-la, é interessante cuidar de nossa saúde, pois dela dependemos para manter um bom ritmo de vida, e,  consequentemente, sua boa qualidade, pelo menos enquanto a tivermos...

Há muito tempo atrás, o filósofo Sêneca, disse algo muito interessante, e digno de uma boa reflexão:
"O homem vive preocupado em viver muito, e não em viver bem, quando na realidade não depende dele o viver muito, mas sim o viver bem."
Sábias palavras, pois atualmente a ciência vive estudando meios de prolongar a vida das pessoas, nem que seja artificialmente, e isso acaba afetando a qualidade natural de vida, mesmo considerando que atualmente a perspectiva de vida está muito mais longeva do que alguns anos atrás, quando o brasileiro, geralmente, chegava até os 60, quando muito aos 70, mas já no bagaço.  Agora já existem condições melhores, desde que não aconteça nenhum dos “ou então...” acima lembrados...

Foram descobertos diversas vitaminas (tem um abecedário inteirinho à disposição), bem como alguns medicamentos que realmente dão meios de adiar por mais algum tempinho aquele bate-papo definitivo com nosso Amigão.

Tudo bem, só que além das vitaminas, medicamentos, etc.,  há que se melhorar também a qualidade de vida. Já dizia um sábio filósofo que cada caso é um caso, mas existe uma regra geral a ser seguida para quem quiser ter uma vida mais longa e igualmente saudável, e que não se pode desprezar. 

Diz respeito à alimentação. Sim, pois à medida que os anos vão passando, nosso organismo começa a exigir uma alimentação mais saudável, isenta de gorduras, temperos picantes, etc. coisa já fartamente divulgada e que só não aprende quem não quer, e entre os quais podemos destacar certos vícios como uso de drogas, de fumo, de bebida.

Sobre o uso do cigarros, vamos acompoanhar  o raciocínio  um conceituado  pneumologista (não, não é borracheiro, não... Pneumologista cuida de pulmões, não de pneus).  Ele foi curto e grosso em suas palavras: "O cigarro não mata diretamente ninguém mesmo, só enfraquece o organismo.  Assim, em caso de qualquer problema de saúde, a possibilidade de recuperação de um fumante fica seriamente prejudicada. Isso, numa doença que exige um tratamento prolongado, pode ser fatal."
Dito isto, dito tudo, e já vi tantos filmes de fumantes com final infeliz, que nem gosto de falar muito sobre isso.  Sempre haverá aqueles que vão dizer que são donos de seu organismo, e claro, é o tal do livre arbítrio, todos temos o direito de viver, ou não, como quisermos. Com maior ou menor qualidade, com mais ou menos saúde. Em teoria, é isso aí. A vida é nossa. Respeito o espaço dos fumantes, desde que respeitem o meu, e assim sendo, sem procurar criar quaisquer polêmicas, apenas desejo que todos possam fazer de cada dia, sempre um LINDO DIA, sempre pensando em uma boa qualidade de vida...

28/04/2017

CIDADANIA É UMA QUESTÃO DE RESPEITO


Para ser um bom cidadão, e bem exercer a cidadania,
é preciso entender que o RESPEITO aos direitos alheios
é ponto fundamental...
RESPEITE, PARA SER RESPEITADO...
 
CIDADANIA É UMA QUESTÃO DE RESPEITO
Marcial Salaverry


Com certeza, cidadania é uma questão de respeito,
e esse é de alguns o grande defeito...
Algo que  devemos sempre observar,
é que os direitos alheios devemos respeitar,
assim como queremos
que os nossos o sejam,
pois para isso existem leis...
Seja a lei dos homens,
ou a mais importante,
que é a Lei de Deus,
à qual devemos observancia...
Para ser feliz em plenitude,
precisamos sempre ter uma atitude
normalmente voltada para o bem,
e esquecendo todo o mal,
respeitando as leis que existem
e que as maldades inibem...
Sentindo essa felicidade,
não teremos necessidade
de a nínguém prejudicar,
e apenas o bem praticar...
Amor pela humanidade,
é do que todos temos necessidade,
para poder atingir a felicidade...
Respeito aos seus semelhantes,
respeito às leis dos homens,
e respeito à Lei de Deus...
É esse o verdadeiro exercício de cidadania,
que devemos saber observar todo dia...

Marcial Salaverry

UM ENCONTRO DE AMOR

UM ENCONTRO DE AMOR
Marcial Salaverry

Nesse
encontro,
de amor,
a cada
beijo,
renova-se
o desejo,
vivendo
uma 
louca
paixão


Marcial Salaverry

PÃO OU ROSAS

PÃO OU ROSAS
Marcial Salaverry

O pão nos alimenta o corpo,
satisfaz nossa fome,
nos dá forças para a vida enfrentar...
Se o pão recebemos,
com gratidão agradecemos,
por podermos nos alimentar.
Rosas alimentam nossa alma,
sejam brancas, por amizade,
sejam amarelas, por carinho,
sejam vermelhas, por paixão...
sempre serão com carinho recebidas,
e com amor agradecidas...
Ofereça pão a quem tem fome,
e rosas, a quem tem fome de amor, de carinho, de amizade,
levando-lhe um pouco de felicidade...
 

Marcial Salaverry

O OBJETIVO É VIVER EM PAZ

Será tão dificil viver em paz?  Será tão dificil assim, respeitar o direito alheio? 
Vamos fazer um exercício de paz? é mais fácil e mais gostoso amar do que odiar...
Se quisermos ter nossos direitos respeitados, é preciso aprendermos a respeitar os direitos alheios,
sobretudo o direito de ir e vir.
Não é lícito impedir pessoas de exercerem seu direito, apenas porque queremos
que nossa opinião prevaleça.
Osculos e amplexos,
Marcial

O OBJETIVO É VIVER EM PAZ
Marcial Salaverry

PAZ. Tão pequena esta palavra. E que grande significado... Quem não a deseja? Contudo, apesar de desejada, é tão desprezada, chega a ser incrível como se arrumam pretextos para acabar com ela.
Se pegarmos um mapa mundi, encontraremos poucos lugares onde não existe alguma agitação. Se não for uma revolução, ou uma guerra declarada, serão manifestações populares contra alguma coisa ou contra alguém. Por vezes, vão bater panelas contra o Governo, que logicamente tentará sufocar o movimento, e "tome pau’. Poderá ser também contra a oposição ao Governo, que está tentando boicotar alguma medida que eventualmente estará atingindo alguns interesses. Poderá também ser o caso de algumas entidades julgarem estar sendo prejudicadas por algo de interesse geral (menos os deles), e para defender o que julgam ser seus direitos, impedem pela violencia, que os demais possam exercer seus direitos e desejos. É muita incoerencia o fato de impedir que outrem exerça seus direitos apenas por interesses pessoais. E assim, organizam-se greves e manifestações que apenas causam confusão, e prejudicam muitos por causa dos interesses de alguns...
Em todo e qualquer canto do mundo, sempre haverá alguém protestando contra algo de uma maneira violenta, podemos ver que em outros lugares, a coisa é mais feia, porque são lutas religiosas. Imaginem o contra senso. Se Deus é paz, concórdia e amor, como pode os homens se matarem em nome de Deus. Nosso Amigão deve estar meio que desanimado com a estupidez humana.  Se Ele não está, eu estou, e penso que qualquer pessoa de bom senso também o esteja, já quase desistindo de tentar saber o que essa tal de PAZ.
Também vejo que em outros lugares, guerreia-se apenas porque, embora falando a mesma língua, tem sotaques diferentes. Ou então porque não falam a mesma língua, mas vivem em um mesmo País. Ora, não poderiam entrar em acordo e dividir a coisa? Cada qual em sua metade?  Lutas, guerrilhas, guerras, revoluções, manifestações, greves, e a coitada da PAZ, como fica?
Bem, saindo do âmbito internacional, vamos ao que realmente é importante, ou seja, de nossa paz interior, de como é importante ter a oportunidade de viver em paz, de como é importante saber buscar, encontrar e manter essa paz interior, e a esse respeito, meu querido amigo L’Inconnu, deixou-me uma mensagem muito interessante:
"A paz apenas será obtida, quando o homem entender a necessidade de conseguir a SUA própria paz. Para obtê-la, deverá saber permitir que todos a tenham."
Realmente meu sábio amigo matou a pau. Como alguém pode conseguir paz para si próprio, se não permite que outros a tenham? É isso o que se chama "viver e conviver em paz com sua consciência". Parece óbvia essa ligação entre nossa paz interior, e a paz dos que nos cercam, e assim, sempre devemos procurar fazer o bem, e se sentirmos que estamos prejudicando o sossego, o bem estar de outrem com nossas atitudes, devemos procurar reformulá-las, pois se para conseguir o que queremos, tivermos que atrapalhar a vida de alguém, isto deverá ser repensado. Devemos procurar outros caminhos.
Uma das maneiras de se conseguir chegar a essa espécie de nirvana que é a paz interior, é aquela velha máxima já tantas vezes citada: "seu direito termina onde começa o meu, e o meu, onde começa o seu." Devemos sempre observar esse pequeno detalhe. Isso evitará atritos, e será meio caminho para a infeliz da paz se manifestar. Da mesma forma quando percebemos que alguma atitude nossa incomoda a alguém, será muito mais elegante mudarmo-la, do que criarmos alguma situação desagradável, apenas porque queremos atingir algum objetivo.

Enfim, podem ter certeza de uma pequena coisa, de que é muito gratificante olhar a nossa volta, descobrindo que a maioria das pessoas nos aprecia, justamente por as procurarmos ajudar, ao invés de prejudicar. Com pensamentos positivos, com paz no coração a vida será bem melhor. Se não desejarmos o mal a ninguém, ninguém nos desejará o mal, salvo se for alguém com muita maldade no coração, e portanto, digna de pena e não de nossa raiva.
Como primeiro passo para essa PAZ INTERIOR, o melhor será procurar fazer de cada dia, sempre UM LINDO DIA...

27/04/2017

APENAS ALGUNS PENSAMENTOS

APENAS ALGUNS PENSAMENTOS
Marcial Salaverry
 
CONVITE
Que tal apreciarmos algumas "frases do poeta Marcial Salaverry"

Para alguma coisa servem as decepções... Para nos servir de lição...
Apenas precisamos saber de nossos erros e acertos...
Corrigir o que erramos, e melhorar o que acertamos...
Não se deve fazer o contrário...
__________

Aprendi que não posso fazer com que alguém me ame, apenas me converter em alguém a quem se pode amar;
o resto irá depender dos outros, pois é importante saber ser amado...
__________

Em nossa vida, o amor pode aparecer, mas é preciso que apareça em consonância.
A reciprocidade é que nem sempre acontece, nem sempre amamos quem nos ama, ou somos amados por quem amamos.
Acertando, é preciso saber segurar, e é aí que mora o complicativo...
Muitas vezes o temos ao alcance da mão, e não sabemos identificar.
__________

Por vezes nos vemos na contingência de escolher
entre a claridade do amor, ou a escuridão do desamor...
A escolha parece óbvia, mas tem quem prefira ficar na escuridão...
__________

Amor... Paz... Serenidade...
Amizade... Tranquilidade...
Caminho para a Felicidade...
__________

Por vezes a mente divaga...
E sai somente algo que
só mente demente poetalmemente produz,
por ser uma poetal mente...
__________

Ao invés de promover "Manifestações de Protesto",
que geralmente geram violência, que tal promover
uma 'MANIFESTAÇÃO PELA PAZ", que seja realmente
pacífica, e que comece dentro dos lares...

MARCIAL SALAVERRY

UM AMOR ESTRANHO

UM AMOR ESTRANHO
Marcial Salaverry

Por vezes achamos que o amor é estranho,
ele chega a parecer um sonho,
e em sua intensidade,
só quer sentir felicidade...
E na intensidade do sentimento,
não permite qualquer lamento,
pois para o amor tudo é permitido,
quando intensamente o sexo é vivido...
A presença, sempre encanta,
sem ela, nada adianta...
Sempre sentindo uma doce emoção,
no fervor dessa quente sensação,
o não se quer é ficar sozinho,
estar perto de quem se ama, é o caminho...
Vivendo o amor sente-se felicidade,
e é dele que se sente necessidade...
Existem sofrimentos no caminho,
que são diminuídos por muito carinho...
Beijos, que sempre são quentes,
carinhos, sempre tão ardentes...
Sente-se na pele toda a  reação
que incendeia o coração...
Os corpos perfeitamente encaixados,
trocam carinhos sensuais e apaixonados,
Quando o entendimento é perfeito,
tudo parece ser sem defeito...
Vibrando com o  ápice  da paixão,
acontece uma alucinada explosão
quando as almas estão concentradas,
sentindo-se completamente apaixonadas...
De corpo e espírito acontece o amor,
sempre pleno de um gostoso calor
quando dessa maneira é vivido
um amor tão desejado e querido...

Marcial Salaverry

UMA DOCE SAUDADE

UMA DOCE SAUDADE
Marcial Salaverry



Sentir uma doce saudade,
se por uma alegria vivida,
é reviver a felicidade
que já se teve na vida...

Marcial Salaverry

SONHADOS BEIJOS DE AMOR

 


SONHADOS BEIJOS DE AMOR
Marcial Salaverry
 
Beijos de amor, são aqueles beijos sonhados,
beijos com os lábios colados,
com corpos tremendo de emoção,
fazendo vibrar o coração...
Corpos ansiosos, gulosos, frementes,
em busca das carícias mais quentes...
Lábios transmitindo quentes sensações,
despertando as mais eróticas emoções...
Emoções que fazem despertar desejos,
que só se aplacam com mais beijos...
Aquele fremente delírio do sexo,
vibrante, quente, desconexo...
Fala-se o que vem do fundo da alma,
vibração estranha, e que só se acalma,
quando se sente o prazer total...
Assim  são os beijos de amor,
que enchem nossa vida de calor...
 

ENTENDER E ACEITAR A PASSAGEM DO TEMPO

É importante entender a passagem do tempo e o que isso pode provocar em nossa vida.
Como é impossivel deter a marcha do tempo, temos que saber amadurecer sem envelhecer,
não permitindo que nossa alma envelheça e nem envileça, vamos deixar o problema apenas
com o corpo...
Osculos e amplexos,
Marcial

ENTENDER E ACEITAR A PASSAGEM DO TEMPO E A VIDA
Marcial Salaverry

Entendendo ser algo inevitável, temos que saber encarar a passagem do tempo, e entender que podemos amadurecer sem envelhecer. É preciso sabermos encarar essa idéia, aceitando que efetivamente é impossível deter a marcha do tempo, vamos procurar com boas idéias, saber que podemos encará-la numa boa.

As idéias amadureceram mais um pouco, pois li um pensamento de L'Inconnu que se aplica à perfeição ao tema e que exige uma certa reflexão. Vejam se não estou certo:
"Pense em si mesmo como alguém que tem direito à felicidade".
Temos de convir que L'Inconnu teve uma sábia inspiração, pois é exatamente essa a sugestão que se pode passar para as pessoas que começam a se entregar ao peso dos anos, esquecendo-se de que enquanto estamos vivos, sempre temos algo a fazer, e não podemos nos entregar à idéia de que "estamos velhos e nada mais temos a fazer".

Acredito que a pior coisa que pode acontecer a uma pessoa é chegar naquele ponto em que acha que nada mais tem a fazer e entrega os pontos. Pode-se dizer que morreu em vida. E como é ruim quando isso acontece. Chegando a esse ponto, realmente começa a morrer para a vida, e assim sendo, sinceramente gostaria de pegar cada uma dessas pessoas apenas para tentar mostrar que todos, sem exceção temos algo a fazer por alguém. Ninguém está completamente inutilizado para a vida.

Temos que nos lembrar de que todos tem direito à felicidade, à vida, mas temos que saber buscá-la, uma vez que não se pode esperar que ela caia do céu.
E... como buscá-la? Argumentou uma amiga, acrescentando que estava viúva há já alguns anos, e que sentia muito a falta do marido, e não via mais razão de viver. Vamos relembrar este episódio, porque já teve uma outra sequência, e para tanto, vamos transcrever o diálogo que aconteceu há algum tempo:

"Após ouvi-la, deixei-a chocada quando perguntei por que então não se enterrava junto (tipo tratamento de choque). Sugeri depois, que começasse a viver, pois tinha direito à felicidade. Indiquei-lhe procurar os Centros de Convivência da Terceira Idade, que procurasse grupos de excursão, que procurasse, enfim, contato com pessoas vivas, e que enfim, ao invés de ficar em casa chorando a perda do companheiro querido, que procurasse sim, manter as recordações de todos os bons momentos vividos juntos, e que fosse tentar viver.  Bem, para encurtar a história, hoje essa pessoa continua só, mas notei uma alegria de viver no brilho de seus olhos. Tem viajado constantemente. Nas reuniões do Cecon, conversa com amigas lá conhecidas, faz tricô, está aprendendo pintura em seda. Enfim, está vivendo. Está feliz. Esqueceu o marido? Claro que não. Sempre se lembra dos momentos felizes vividos juntos. Mas são lembranças boas, e não amargas. Não lamenta mais o fato dele não estar mais aqui, mas sim alegra-se por ter tido sua companhia por tantos anos."

Bem isso foi em novembro de 2008. Hoje, tive o prazer de encontrar essa amiga. Pareceu-me rejuvenescida. Está amando. Encontrou um outro coração solitário, e estão namorando. Ela tem 71 anos, e o feliz noivinho, tem 74. Estão felizes. Estão vivendo novamente. Fiquei feliz quando ela me disse que foi aquele diálogo que abriu seus olhos para a vida, e é fácil entender que, como ocorreu com ela, qualquer pessoa solitária pode encontrar um outro alguém que esteja igualmente solitário. Claro que não se pode esperar que surja uma grande paixão, um grande amor. Mas basta que surja alguém com quem possa dividir a solidão. Alguém com quem se possa caminhar de mãos dadas pela vida...

Verdade seja dita, tal encontro não é imprescindível, pois é perfeitamente possível administrar-se a solidão. Basta que se encontre uma ocupação. Algo com que preencher o tempo ocioso.  Os fatos são os mesmos, o que muda é o enfoque. É a maneira de se encarar os fatos.
Se a idéia serviu para uma pessoa que estava completamente amargurada, poderá servir para qualquer pessoa. Basta que consiga acender uma pequena luzinha em sua vida. Basta que entenda seu direito à felicidade e saiba usá-lo.

E amigos, como é bom sentir-se VIVO, como é poder agradecer ao Amigão o fato de sentirmos a alegria de viver.
Para cada problema existe uma solução. Só temos que saber procurar. O importante é nunca entregar os pontos. E o ponto final da vida só surge quando ela efetivamente acaba, e nunca antes.
Bem crianças, vamos sempre procurar viver, e para isso, o melhor é fazer de cada dia, sempre UM LINDO DIA...

26/04/2017

CONVERSANDO COM O AMIGÃO

CONVERSANDO COM O AMIGÃO
Marcial Salaverry
 
Por vezes chegamos a uma encruzilhada, e não sabemos que o
melhor caminho a seguir, e nos perguntamos "Onde estou? Para onde vou?"
Se estivermos nesse ponto, é chegado o momento de procurar
um entendimento com Ele, que poderá aclarar a situação, apenas
será preciso saber entender o que Ele vai nos dizer...
Existem certas ocasiões em que nos é imprescindível apelar para a Fé,
e procurar aquele contato humilde com nosso Amigão.


Marcial Salaverry

VALE A PENA MANTER UM PAPO AMIGO COM O AMIGÃO

 




Onde estou? Para onde vou?
Se estivermos nesse ponto, é chegado o momento de procurar
um entendimento com Ele, que poderá aclarar a situação, apenas
será preciso saber entender o que Ele vai nos dizer...
Existem certas ocasiões em que nos é imprescindível apelar para a Fé,
e procurar aquele contato humilde com nosso Amigão.
Osculos e amplexos,
Marcial

VALE A PENA MANTER
UM PAPO AMIGO COM O AMIGÃO
Marcial Salaverry

Um papo amigo com o Amigão, é algo de que não podemos abrir mão, eis que existem momentos em nossa vida, em que é imprescindível buscarmos apoio, e até mesmo uma certa orientação com alguém, ou então com Alguém...

Nessas ocasiões, quando olhamos para a frente, e o caminho nos parece escuro, olhamos para os lados, e vemos que estamos sós, olhamos para trás, e parece estarmos sendo perseguidos por hordas inimigas, é que precisamos realmente da ajuda da Fé, pois pouco ou nada podemos fazer por nossos próprios meios.

Sentimo-nos desamparados, sem ter a quem recorrer. Nesse momento, fatalmente
 lembramo-nos de que uma força superior nos comanda. Essa força superior atende pelos mais diversos nomes (eu chamo de Amigão, por ser o maior e melhor amigo que tenho...).

E o caminho é exatamente esse, buscar aquele papo com o Amigão, certo de que Ele nos atenderá. Mas como saber o que Ele nos fala? Apenas há que saber interpretá-Lo, pois Ele nos passa sinais, e temos que entendê-los. É necessário muita fé, caso contrário, faremos ouvidos moucos às suas indicações, e não conseguiremos acertar o caminho a ser seguido.

Não há que procurar explicações, porque não as teremos, vamos procurar o lenitivo que certamente virá, se soubermos encontrá-lo. Muitas vezes o caminho que nos surge não era aquele que desejávamos, pois teremos que renunciar a um lindo sonho porque este se nos afigura impossível, por razões aparentemente irrelevantes, mas que são o sinal de que esse é o caminho. E sempre é triste renunciar a algo fortemente desejado. Muitas vezes, é nessas renúncias que mostramos nosso real valor, pois teremos que ter muita força de vontade, para não nos deixarmos sucumbir.

Não procure entender o que houve, pois a procura pelo entendimento pode causar uma frustração maior, apenas há que aceitar. Essa aceitação dará mais forças para absorver uma possível frustração, além de renovar forças para novas tentativas em busca do sonho. O que não foi possível agora, sê-lo-á mais tarde, se tivermos força de vontade suficiente para retomar nossos projetos. Encaremos como um adiamento para o sonho, e não como um sonho que findou..

Não procure saber o porque. Foram circunstâncias que o impediram de se realizar. Apenas analisar a situação, e recarregar baterias para novas investidas. Já aconteceu, portanto o desenlace não poderá ser evitado. Vamos apenas procurar reestudar tudo, ou então mudar de projeto, procurando algo cuja viabilidade seja maior, e quantas vezes uma mudança dessas representou o ponto de partida para o sucesso.

Apenas procuremos a paz dentro do coração. Por que assim tudo parecerá mais claro e facilmente solucionável, e isso é algo que forçosamente saberemos encontrar, caso contrário, tudo se complicará realmente...

Sem paz interior tudo fica muito mais difícil, e essa paz, depende exclusivamente de nós, demore o tempo que demorar, as coisas podem se resolver, ou findar, em um átimo de segundo, portanto, vamos tratar de viver enquanto vivos estivermos, mas logo ficará aquela doce lembrança de bons momentos vividos. Ou mesmo apenas imaginados.

Quando algo finda ou parece findar, sempre deveremos buscar lenitivo no que houve de bom, de agradável, e fixar lembrança nesses bons momentos, buscando forças para novas tentativas, são as boas lembranças que poderão aclarar o caminho, pois são como luzes do passado, iluminando o futuro, enquanto as más recordações são as hordas inimigas que nos perseguem...

É esse o caminho, deveremos sempre afugentar os inimigos, com a força dessas luzes. Sempre pensar positivamente, ou ao menos tentar, é claro.

Não é fácil, mas se o fosse, nada teria graça. Temos que mostrar nosso valor, fazer valer nossa força interior, e não apenas ficar esperando as coisas acontecerem. Ser fatalista, aceitar o destino, não é ficar passivamente parado esperando que algo aconteça. Temos que fazer nossa parte, aliás, Ele já disse: "Ajuda-te que eu te ajudarei..."

Fé, crianças. Muita fé. No Amigão, e também nas amizades queridas, que estarão sempre pedindo por nós em suas orações, ou nos emprestando apoio. E isso tem muita força, não tenham dúvida nenhuma...

Assim, vamos sempre com um pensamento positivo, porque UM LINDO DIA nos espera.
 

O AMOR E O DESTINO

O AMOR E O DESTINO
Marcial Salaverry

O amor tem tudo a ver com o Destino,
pois amar é nosso destino...
Fomos destinados para amar,
e amando nossa vida levar...
Assim é o amor,
a ser vivido, seja como for...
Tem as cores da vida,
que com amor é vivida...
Tem os odores do amor,
vivido com calor...
Tem a força da natureza,
mostrando corpos nus em sua beleza...
Tem o gosto dos beijos,
trocados com desejos...
Tem a sabedoria do tempo,
de um amor sem contratempo...
Tem o prazer quase divino,
deste amor que é o Destino...
Temos que viver, então,
sempre com amor no coração...

Marcial Salaverry



25/04/2017

PARA SENTIR UMA DOCE EMOÇÃO

PARA SENTIR UMA DOCE EMOÇÃO
Marcial Salaverry

Deseja-se no olhar mergulhar,
sentindo a doçura de amar...
De viver um amor ter a ventura,
sentindo uma doce ternura...
Ao recordar tão doce lembrança,
sempre ficará a esperança,
de sempre poder abraçar,
e com paixão poder beijar,
sentindo do amor toda a emoção,
que dá vida eterna ao coração...
O desejo será saciar o grande desejo,
de sentir do amor todos os ensejos,
para assim viver o amor,
seja do jeito que for...

 Marcial Salaverry

A BELEZA DA MULHER

A BELEZA DA MULHER
Marcial Salaverry

Existem belas mulheres... existem mulheres belas...
A verdadeira beleza é aquela que está no interior...
Todas as mulheres são belas, cada uma, à sua maneira...
O importante é saber compreende-las, e saber amá-las...

Marcial Salaverry

ONDAS DO MAR

ONDAS DO MAR
Marcial Salaverry

A beleza do mar,
algo lindo de se apreciar...
As ondas em seu movimento,
sempre despertam um novo sentimento...
Lembra teimosia, quando em luta insana,
quebra-se contra os rochedos...
representa a luta contra nossos medos...
Bate-se... quebra-se... desmancha,
mas não desiste...
Insiste... persiste...
Volta sempre... como que tentando
mais um obstáculo superar...
Assim devemos considerar
a eterna luta do mar...
As ondas, em sua grande beleza,
mais uma dádiva da Natureza...
Por vezes assustadoras,
quando em ressacas devastadoras...
Por vezes, em mansas marolas,
quando o mar se acalma...
Mar... é fácil amar o mar...
Basta a Natureza apreciar...
Basta em Deus acreditar...

CERTAMENTE E-MAIL AINDA É MEIO DE COMUNICAÇÃO

Apesar de redes sociais, celulares, etc...,
tendo o uso adequado, o e-mail ainda é meio de comunicação
de muita utilidade.  Saibamos usa-lo, enquanto o
outlook não vira tilouco de vez...
Ósculos e amplexos,
Marcial
       
CERTAMENTE E-MAIL AINDA É MEIO DE COMUNICAÇÃO
Marcial Salaverry

Com certeza, e-mail ainda é meio de comunicação, apesar das muitas novidades surgidas, que já estão quase levando seu uso à extinção, mas verdade seja dita, o e-mail já está por demais arraigado em nossos usos e costumes, e teimosamente insiste em sobreviver, embora tenha sido abandonado por muitos usuários.

Vamos lembrar que, com o e-mail, foram criadas muitas palavras, ou meios de se escrever palavras existentes, e em função disso, ainda existem certas palavras, como  “emaillação”, ou seja, o ato de se passar e-mails.  É compreensível que tal palavra exista. Sabemo-la útil e necessária.  Então, consideremo-la inventada, e ainda poderemos usá-la enquanto o outlook não virar tilouco de vez, e seja aposentado...

Li uma mensagem que me foi passada por meu guru L’Inconnu,  que diz simplesmente:
"Enviar uma carta é um bom meio de ir a algum lugar sem mover nada, a não ser o coração" .
Como isto foi lido há muito tempo, vamos modernizar   um pouco, trocando "carta" por "e-mail", pois precisamos nos situar na época atual, quando a comunicação epistolar, foi substituida pela "emaillatória...", e podem ter certeza de que o e-mail vai deixar saudade, pois despertaram muitas amizades, que ainda podem persistir...

Em benefício de seu uso, vamos lembrar que embora existam aqueles que fazem mau uso dos e-mails, os chamados hackers e viróticos,  podemos realmente considerar que enviar um e-mail é comunicar-se com o coração, sempre abrindo a possibilidade de uma nova amizade, pois no momento em que  enviamos um e-mail,  automaticamente abrimos nosso endereço, propiciando uma resposta, pois sempre consta o endereço do remetente, embora muita gente goste de divertir inventando apelidos (também chamados "nicks"), e criando uma sem numero de endereços falsos, sabe-se lá com que intenções. Embora existam "n" motivos para usar codinomes (ou nicks), acho que o uso do nome real é mostra cabal da inexistencia de segundas intenções.

Embora alguns usem endereços forjados, vamos considerar   apenas quem pretende dar um uso adequado para os benefícios da tecnologia, e apenas deseja comunicar-se com facilidade, procurando desenvolver seu circulo de amizades, e esses sempre se comunicam abertamente.

Convenhamos que a "emaillação" é uma maneira altamente prática de se comunicar, pois em poucos segundos conseguimos nos contatar com qualquer parte do mundo, e  tudo isso sem ter o estafante trabalho de comprar um envelope, escrever uma carta (dizem que datilografar é ou era falta de educação), colocá-la dentro do envelope, enfrentar uma fila no correio para postar a bendita carta, que, com muita boa vontade “correial”,  tem a possibilidade de ser lida (se chegar), apenas alguns dias, ou semanas após, se não houver nenhuma greve de carteiros...E um e-mail em segundos corre o mundo, desde que os provedores colaborem... E ainda podemos escrever para muitas pessoas ao mesmo tempo, em partes as mais distantes do mundo.  Realmente fantástico...

Com as emaillações, sentamos na cadeira (alguns dizem que sentam no computador. Não aconselho.), batuca no teclado, clica "enviar" e pronto já tá lá, e se a vítima, digo, o destinatário estiver com o OutLook aberto, lê no ato.   Se quiser, pode xingar a mãe, digo, responder imediatamente, dependendo do que recebeu. 

Com todas essas facilidades, podemos concluir que "emaillar" é um real ato de amizade, e é por isso que entendo que ao  receber um e-mail, devemos responde-lo, mesmo que seja só para dizer "oi. Recebi. Gostei (ou não)."  Assim, estarão devolvendo o gesto de amizade.  Amizade, não se esqueçam, não é coisa para ser jogada fora. Concordam?. Apenas é preciso analisar quando é algo que "pede" uma resposta, ou se a resposta está implícita. Claro, que nem todos podem responder a todos os emails recebidos todos os dias... Assim, pelo menos de vez em quando, pode-se dar um "Alô Amigo"...
Bom senso deve imperar.

Reconheço que não é todo o mundo que gosta de escrever muito, mas nesse caso, um "oi" de vez em quando, não arranca pedaço do dedo.  Nem que seja para pedir que não escreva mais. Mas sempre é bom escrever. O mesmo pode ser dito com relação ao "zapzap", ou as redes sociais, e assim, o que vai, volta...

Nos velhos tempos pré-computadorais, eu sempre tive a maior preguiça para escrever cartas, apenas quando morava no Congo, é que escrevia longas cartas para a patota toda.  Mas gastei o estoque todo lá.   Fiquei um bom tempo, sem pensar em escrever.  Sei que algumas pessoas acham que deveria ter continuado assim.  Mas, por certas razões comecei a faze-lo e peguei gosto pela coisa.  E vai ser meio difícil parar, pelo menos enquanto os dedos continuarem obedecendo aos comandos do cérebro (tenho, sim, e funciona... acho).

Depois desta defesa ao bom uso do e-mail, espero que todos tenham UM LINDO DIA, e se quiser confirmar que ainda gostaria de receber o que escrevo, pode mandar um OI AMIGO...

24/04/2017

FÉ É VIDA

FÉ É VIDA
Marcial Salaverry

Jamais poderemos perder nossa Fé na vida,
nossa Fé em Deus, nem nossa Fé no futuro...
Sem Fé, a vida perde seu prazo de validade...
Sem Fé, não se consegue chegar à felicidade...
 

Marcial Salaverry

ORA BOLAS PARA AS HORAS

ORA BOLAS PARA AS HORAS
Marcial Salaverry

Horas apenas marcam o tempo...
E o tempo pouco importa,
quando se está amando...
Esquecendo o relógio,
continua-se beijando,
continua-se amando,
fazendo de cada minuto,
horas de prazer,
vivendo sem angústia
tais momentos de amor...
Basta sentir apenas o calor
dos corpos bem abraçados,
trocando carinhos apaixonados...
Ora bolas para as horas,
pois não existe tempo para amar...

Marcial Salaverry

APENAS LEMBRANÇAS

APENAS LEMBRANÇAS
Marcial Salaverry

Lembranças... algo que fica na mente,
Boas lembranças de algo que mudou nossa vida,
pequenas coisas., que na hora não se sente...
e que ficam... deixando uma alegria sempre sentida.

Lembranças de momentos imaginados, ainda não sentidos,
de momentos que desejamos viver,
de momentos apenas pressentidos,
e que sonhamos ter, para com eles renascer.

Lembranças... que são lembranças?
Coisas que vem de um tempo distante,
de quando éramos crianças,
e que sentimos a cada instante.

Lembranças de algo que nos comove,
de alguma coisa que não sabemos
o que é, até que venha e se prove,
vivida e real para que a provemos.

Lembranças que embalam nossa vida,
Lembranças de um momento imaginado,
Lembranças de alguma coisa sentida,
Lembranças de tudo que pode ser lembrado.

Lembranças, enfim, de um lindo arrebol,
no alto de um morro, à porta da igreja,
Lembranças, de um lindo por do sol,
Lembranças de quem nos beija...

Marcial Salaverry

VAMOS SIM, APRENDER COM A VIDA

É importante aprender a viver a vida,
como ela merece ser vivida...
Sofrer por bobagens, ninguém merece...
Ósculos e amplexos,
Marcial
VAMOS SIM, APRENDER COM A VIDA
Marcial Salaverry

Um fato é incontestável. Como estou escrevendo e você está lendo, ambos estamos vivos, Então o melhor que temos a fazer, como a vida está aí para ser vivida, é vive-la bem vivida. 
E o que seria viver a vida bem vivida? Seria, simplesmente, vive-la, aproveitando todas as lições que ela nos oferece, através de nossos erros e acertos.

Descobri mais uma das pérolas escritas pelo famoso L’Inconnu.
"A vida existe para fazer aprender e desfrutar.
Quanto mais você aprende,  mais pode fazer, quanto mais você faz, mais pode aprender.
Participe de sua própria vida."
Efetivamente, é muito importante saber extrair tudo o que a vida pode nos oferecer.
Se no passado, erros cometemos, deveremos conscientizar-nos de que foram realmente erros, e evitarmo-los para o futuro.  Repetir um erro, conscientemente, já será teimosia exagerada, e porque não dizer, muita burrice.

Contudo, é importante saber analisar situações, pois muitas vezes o que não deu certo hoje, poderá, com algumas modificações dar certo amanhã.  São pequenas coisas que vamos aprendendo com a vida.

Grandes lições nos são proporcionadas pela experiência dos mais velhos, pois, por sua vivência, sempre poderão nos ofertar algo, seja certo ou errado.  Compete-nos discernir se o que nos dizem será exequível ou não.  Se deveremos ou não absorver sua experiência.  Mas ouvi-los, sempre será interessante.  Mesmo que seja para rejeitar, pois sempre serão novas lições que servirão para aumentar nosso cabedal de conhecimentos.  Não se pode é radicalizar, com a idéia de que “sua experiência não serve para mim”.  Serve sim, nem que seja para não a utilizar, mas sempre é bom conhecer.

Da mesma maneira que vejo muitas pessoas desprezarem as opiniões dos jovens, sob o velho chavão de que “já sei o suficiente, para aprender com os jovens, pois nenhuma experiência eles poderão me passar” é uma idéia mal posicionada, pois sempre temos algo que aprender e ensinar com e para todos, sejam jovens, idosos ou velhos. Ninguém detém o conhecimento absoluto.

Isso se chama “participação na vida”.  E é muito importante dela participarmos efetivamente, seja passando nossos conhecimentos, seja absorvendo conhecimentos alheios.
Jamais poderemos nos julgar detentores de todos os conhecimentos, e que não estamos precisando saber de mais nada, pois tudo sabemos e tudo conhecemos.  Isto não existe.  Sempre algo teremos para aprender, a cada novo dia em que estivermos vivendo.  Desde que estejamos participando ativamente do ciclo de vida.

Até mesmo quando nos reportarmos a acertos do passado, visando uma utilização dessa experiência bem sucedida, deveremos ter o discernimento para adequar a coisa à situação presente, pois nem sempre uma experiência bem sucedida pode ser reutilizada.  Não podemos nos esquecer de que tudo evolui no mundo, provocando sensíveis alterações a cada momento.  Daí a necessidade de sempre procurar estar atento, aprendendo algo de novo, aumentando assim suas possibilidades.  Olhos e ouvidos sempre abertos.

Sem desprezar os bancos escolares,  penso que a maior fonte de conhecimentos está na Escola da Vida. E é nessa escola que precisamos ser diplomados. E essa escola nos ensina a história do que já vivemos, para podermos “ler” nossos erros e acertos.  Ensina-nos a geografia de nosso corpo, para conhecer exatamente os limites, e saber como cuidar dele. Ensina-nos  a matemática, que nos permitirá subtrair as coisas erradas, somar as boas, multiplicar e dividir nossos conhecimentos. Ensina-nos a química de nossos sentimentos, para saber como devemos tratar as pessoas.  Ensina-nos a linguagem, para que nos possamos comunicar adequadamente. Ensina-nos a filosofia da vida, para aprender a vive-la corretamente.
Enfim, é uma Escola completa.  Basta saber cursá-la.  E como é importante aproveitar tudo o que ela nos ensina.

Como bom aluno que sou, desejo que todos saibam aproveitar bem as aulas que são ministradas pelo professor Amigão, podendo assim fazer de cada dia, sempre UM LINDO DIA.