FASCINANTE

22/05/2019

A TERAPIA DO SORRISO

A TERAPIA DO SORRISO
Marcial Salaverry

A vida é realmente como um espelho...
Temos que saber olhá-la... e vive-la...

Sempre procurando mostrar uma boa imagem... Simplesmente, envie-me um sorriso,
e assim, acabe com esse siso...
É um espelho esta nossa vida,
e precisa nossa atenção devida...
Se desejamos receber bom tratamento,
não devemos provocar lamento...
Para que provocar dissensões,
amargurando corações,
se podemos viver em boa paz,
desde que disso seja capaz...
Um sorriso desperta agradável emoção,
e dá aquela linda sensação
de paz e felicidade...
E como disso temos necessidade...
Uma ação violenta,
despertará uma reação talvez mais violenta,
e depois, como se lamenta...
Palavras agressivas,
podem ser decisivas
para provocar confusão...
Então... venha de lá um abraço,
acabe com esse embaraço...
Estenda-me a mão,
e a receberei de coração,
adotando assim,
A TERAPIA DO SORRISO...

Marcial Salaverry

SEMPRE DE MÃOS DADAS

Pegue minha mão, de-me a sua...
Amizade aceita...
Parceria perfeita...
Osculos e amplexos,
Marcial
TEXTO PUBLICADO EM 28/05/2012,
mas sempre é bom falar de AMIZADE...

SEMPRE DE MÃOS DADAS
Marcial Salaverry
Revendo velhas mensagens escritas a meus amigos, encontrei uma das que mais agradaram.
Foi repassada, e colocada em alguns sites amigos. E também andou passeando como "Autor Desconhecido" pela aí... Fazer o que, né? Tem gente que se compraz em tirar o nome do autor quando vai repassar uma mensagem. Por que será?
Vou transcrever o original que escrevi, e tenho algumas coisinhas a acrescentar. Afinal, foi escrito em 5/09/2000. De lá prá cá alguma coisa mudou, assim como apareceram algumas ruguinhas a mais, uma branqueadinha a mais, meros acidentes de percurso.
"Amigos, BOM DIA.
Acredito que não existe nada mais sincero que "caminhar de mãos dadas", seja no sentido lato da palavra, ou seja, você caminhar com seu parceiro (a) de mãos dadas, quer seja pela rua, ou pela vida...Nada mais lindo...Ou, no sentido figurado, quer dizer, você estar sempre pronto para "caminhar de mãos dadas" com uma pessoa amiga, ajudando-a no mais amplo sentido da palavra (uma ajuda moral, ouvindo um desabafo que seja...) ou socorrendo numa necessidade. Enfim...existe algo mais lindo do que um casal de idosos que, após caminhar pela vida inteira lado a lado, de mãos dadas, ainda continua a fazê-lo, num bucólico passeio em uma praça, ou uma praia? É importante aprendermos o valor que representa o calor das "mãos dadas". Existe algo mais bacana do que você simplesmente ouvir o desabafo de uma pessoa amiga? Se tiver algo a dizer para ajudar ou consolar, faça-o, se nada puder fazer, só o ato de ouvir, já valeu a pena...E que dizer, então, do milagre da Internet, que nos possibilita reatar laços perdidos no tempo, possibilitando uma comunicação com pessoas que já julgávamos irremediavelmente afastadas...
Bem, como filosofia de véspera de feriado, acho que chega, né... Então, "DE MÃOS DADAS", meus amigos, tenhamos todos um OTIMO E FELIZ DIA."

Certamente esse caminhar de "Mãos Dadas", enfeixa uma série de coisas. Indica o companheirismo de parceiros que desde há muito caminham    de    mãos  dadas pela vida,  enfrentando  todas   as dificuldades que sempre surgem nesse caminhar. Claro que com o correr dos anos, ambos  se   completam de   tal   forma que um jamais conseguirá ficar sem o outro, pois como sempre estiveram de mãos dadas, seja nos passeios diários, seja no sentido literal, isto é, sempre unidos, sempre tendo havido aquela   cumplicidade que se encontra nas parcerias felizes, a única separação que poderá ser aceita, é aquela definitiva, determinada pelo Amigão.
Claro que sempre deverá existir muita compreensão de parte a parte, para que eventuais obstáculos sejam contornados. Sempre haverá arestas a serem aparadas. E isso só poderá ser conseguido com aquela dose extra de carinho e ponderação que sempre deve existir nos relacionamentos duradouros. E assim, apelando-se para essas reservas, tudo pode ser levado a bom termo. Não se esqueçam de que, numa tempestade, um sempre poderá ajudar o outro a se firmar, ambos, unidos, conseguirão vencer a borrasca.
Também, de "Mãos Dadas", caminha-se com as amizades. Sempre devemos estar atentos, para ver quando alguém irá precisar de nossa mão, assim como deveremos sempre saber a quem estender a nossa, quando estivermos nos afogando.
"O vento que sopra cá, também sopra lá". Nunca se pode recusar uma ajuda a quem nos pede socorro, porque amanhã, a situação poderá ser inversa, e aquele a quem socorremos em uma hora de desespero hoje, poderá ouvir e acolher nossas mágoas amanhã.
Amizade, Amor, Amorzade, Companheirismo, Solidariedade, são bens muito preciosos... Não deixemos que nos fujam... Conservemo-los. Tenhamos todos UM LINDO DIA, certamente sempre de MÃOS DADAS...
"Não se tem valor nenhum,
se não se é útil a alguém"
(René Descartes)

21/05/2019

A PAZ AMEAÇADA PELA VIOLENCIA

Essa assustadora violencia que existe à solta no mundo,
nos faz crer que infelizmente, paz e amor, são palavras
que começam a cair no esquecimento...
Osculos e amplexos (enquanto ainda existem...)
Marcial

                       
A PAZ AMEAÇADA PELA VIOLENCIA
Marcial Salaverry

Entendendo que a Paz sempre está ameaçada pela violência, podemos falar com toda a certeza, sobre algo que nos assusta e preocupa atualmente, justamente esse surto de violência que está campeando pelo mundo todo. Certamente a violência urbana é a que mais nos preocupa, pois fala diretamente à nossa segurança. No caso específico do Brasil, o que se pode apontar como uma das causas, é a brandura excessiva de nosso Código Penal, com leis que beneficiam excessivamente quem comete os crimes, chegando a esse triste resultado de nossos dias, quando os marginais andam em liberdade, sem quaisquer restrições, e os cidadãos de bem são obrigados a viver enclausurados, cercados de grades, para tentar se safar da ação dos bandidos, mas nem sempre o conseguem, e assistimos estarrecidos a crimes cometidos com os maiores requintes de selvageria. Algo precisa ser feito nesse sentido.

E uma das medidas, é a diminuição da idade penal. Ora, se indivíduos menores de 18 anos, cometem crimes, esses crimes devem ter a mesma punição dada aos maiores de 18 anos.  Não se justifica, em absoluto, essa diferença etária, pois os crimes têm o mesmo efeito, sejam cometidos por maiores ou menores.  As vítimas sofrem do mesmo jeito, morrem igualmente se assassinadas por um menor ou maior. Logicamente a punição deverá ser igual.

Atualmente, indivíduos menores sentem-se impunes, achando que até os 18 anos, poderão cometer as maiores barbaridades. E falam abertamente: “Sou de menor...” Como que dizendo que nada poderá ser feito contra eles. E a polícia fica de mãos atadas.

Outro fator negativo, é o que diz respeito ao flagrante. O criminoso, mesmo conhecido, só poderá ser preso se estiver cometendo algum delito, ou se estiver sendo procurado especificamente, com algum mandato de prisão, que qualquer rábula poderá impugnar.

Muitas vezes, um policial sabe estar diante de um bandido, mas não o pode prender, pois falta o famigerado flagrante. Aqui também cabe uma alteração, podendo um marginal cujos crimes são conhecidos, ser detido “para averiguações”.  Poderá dar margem para alguma arbitrariedade, mas dará mais força à policia, que está de mãos atadas...

Falando em causas que podem ser apontadas como responsáveis pela violência ora praticada, podemos citar, além da desagregação familiar, com tantos lares desfeitos por quaisquer motivos, também a violência com que as crianças convivem desde a mais tenra idade, através dos desenhos ditos infantis, cheios de super heróis, e kungfus, e mais um monte de cenas de violência despejadas nas cabecinhas de nossas crianças.

É assim que a televisão cumpre suas obrigações de babá eletrônica. Com cenas e mais cenas de violência, claro que gerando crianças violentas, que só pensam em resolver tudo “na porrada”. E adolescentes que aprendem as artes marciais nas academias, e que resolvem mostrar que são os bons, e saem distribuindo os golpes  que aprenderam. Há que se salientar que a grande maioria dos instrutores de artes marciais prega a não violência, procurando transmitir a idéia de que o conhecimento dessas lutas só deverá ser usado defensivamente, em caso de ser atacado, mas não é assim que todos agem, como ocorreu em alguns casos de violência praticados por rapazes que usaram de seus conhecimentos de artes marciais para matar algumas pessoas.

Assim, algo precisa ser feito, preventivamente, com os pais procurando orientar melhor seus filhos contra a violência gratuita, em vez de os estimular.

E punitivamente, com uma revisão urgente, total e completa de nosso risível e anacrônico Código Penal.

Mas, acima de tudo, precisamos saber encontrar a Paz dentro de nós, assim, se fora a coisa é complicada, vamos procurar viver em paz conosco mesmo.

E nesse ponto, há que se salientar o trabalho desenvolvido por certas ONG's, que fazem um trablho quase anônimo, mas de grande efeito, procurando tirar as crianças das ruas, levando-as para diversas atividades, sejam artísticas ou esportivas, mas mantendo-as ocupadas, sem tempo para pensar ou fazer bobagens.

Se todos conseguirmos nossa paz interior, uma grande parte desses problemas começará a ser solucionada.

E podemos procurar fazer a nossa parte, tendo UM LINDO DIA, pelo menos enquanto ainda for possível...

20/05/2019

COMO SER FELIZ


É fácil e simples ser  feliz, ou pelo menos sentir-se feliz,
e não existe contraindicações.
É só seguir a receita adequada...
COMO SER FELIZ
Marcial Salaverry

Saber entender a quem ama,
eis o grande segredo...
Saber entender aquilo que magoa a quem amamos,
e saber que não deve insistir...
Saber entender que nem todos são iguais,
e saber aceitar...
Saber entender que existe hora e momento para tudo,
e saber amar...
Saber entender que brigas nada acrescentam ao amor,
e saber se desculpar...
Saber entender que a cada reconciliação, algo mudou...
Saber entender que viver em paz.,
é o que importa, e faz o amor crescer...
Saber entender que cada um é cada um,
e que não podemos querer moldar
a personalidade da pessoa amada
à nossa imagem e semelhança...
Saber aceitar pequenos defeitos...
Saber viver, respeitando espaços...
Saber mostrar que em tudo isso,
deve haver reciprocidade,
pois deveres e direitos são iguais...
Enfim... Saber ser feliz...
Sentir-se feliz com aquilo que se tem,
sem tentar tanto apenas aquilo que se deseja...
Saber sonhar,
de modo a não permitir que os sonhos superem a realidade...
Enfim... saber aceitar a realidade,
para então poder atingir a felicidade...
Pode parecer complicado,
mas é essa a receita mágica,

para ser e fazer feliz quem está ao seu lado...

Marcial Salaverry

DE COMO A VIRTUALIDADE INFLUENCIA A REALIDADE

DE COMO A VIRTUALIDADE INFLUENCIA A REALIDADE
Marcial Salaverry

Desde que o mundo é mundo, as coisas virtuais exerceram forte influência sobre a realidade da vida, mas antigamente não se falava em influências virtuais. Eram chamadas de meras fantasias, que sempre povoaram a mente humana, e que hoje continuam povoando, pois a virtualidade na realidade não passa de uma fantasia, cujos resultados ultrapassam o que poderia imaginar nossa mais fértil imaginação...

Nosso cérebro tem uma capacidade muito maior para criar, para imaginar, do que para aceitar fatos consumados, o que sempre causou o desenvolvimento em que nos encontramos, e que é superado a cada dia por novidades da ciencia e da tecnologia.

Às fantasias de uns quantos “loucos irresponsáveis” devemos uma série incalculável de invenções, sempre obra da inventividade (por que não dizer virtualidade?)  de cérebros muito imaginativos.

Por exemplo, na época, alguém poderia acreditar que aquela coisa fosse se despregar do solo? Apenas a fantasia de Santos Dumont  “via” a coisa acontecendo.  Apenas o conhecimento virtual de nosso Albertinho lhe dizia cabalmente que aquela geringonça  voaria.  Ele, e apenas ele tinha essa convicção.  E o resultado todos conhecem... A coisa voou, e deu volta à torre Eiffel, deixando todos estarrecidos. E a Demoiselle de Santos Dumont, foi a mãe de todas essas incríveis máquinas voadoras que pululam no espaço...

A virtualidade influenciando a realidade.  Claro que mais cedo ou mais tarde alguém iria chegar à mesma conclusão, pois a imaginação existe na mente de todos nós.  Apenas alguns a aceitam com mais facilidade e assimilam suas lições melhor e mais rapidamente do que outros.

Até pouco tempo atrás, se alguém falasse que seria possível uma comunicação em poucos segundos com qualquer parte do mundo, seria imediatamente rotulado de “louco”, como Santos Dumont, e tantos outros que seguiram seus conhecimentos virtuais, possibilitando ao mundo tantos inventos.  Seria exaustivo e inútil citar a todos, já que hoje, graças aos sites de busca, pode-se saber quem inventou o que em pouquíssimos segundos.  E isso, demandaria exaustivas buscas antigamente, com infindáveis consultas aos alfarrábios da época, como a Barsa (alguém, se lembra dela? Era o máximo em buscas...)

Graças a essa incrível facilidade de comunicação, podemos manter comunicação com pessoas do mundo inteiro.  Algo inimaginável antes deste louco mundo virtual, pois era absolutamente impossível, devido aos altos custos e à demora para manter-se esse contato.  Para ter-se uma idéia, há pouco mais de 25 anos, uma ligação telefônica entre Santos e São Paulo tinha uma demora de algumas horas para ser completada. E se a distância fosse maior, nem pensar....

Atualmente, contudo, leva-se segundos para se conversar com pessoas do mundo inteiro, possibilitando o surgimento de boas amizades, e até de romances.

Pela facilidade de comunicação, facilmente se descobrem afinidades que talvez nem mesmo com o conhecimento físico seriam descobertas.  Pessoas tímidas que não teriam coragem de declarar amor a alguém à sua frente, conseguem faze-lo.  Já houve conhecimentos virtuais que passaram para a realidade com amplo sucesso.  E também aconteceu o contrário.

Mais uma vez a virtualidade, ou o imaginativo influenciando a realidade.  Essa comunicabilidade toda está mudando o mundo.  Pessoas solitárias encontram lenitivo para sua solidão através de conhecimentos virtuais.

Pessoas doentes, conseguem encontrar cura para seus males, através da rede virtual de boa vontade.
Também existe o reverso da medalha. Essa virtualidade possibilita a muitos doidos cometerem uma série de loucuras, muitas vezes prejudicando muitas pessoas.

Bem como pode facilitar a mobilização rápida de milhões de pessoas para tentar fazer algo em prol da Paz Mundial. Se “alguém” resolver raciocinar e recuar, podem ter certeza  de que mais uma vez a “virtualidade influenciou a realidade”.  E esta, gente, seria a principal vitória que se poderia conseguir.

Outra prova de como a virtualidade influencia a realidade, é que posso neste mesmo instante, estar desejando UM LINDO DIA, às minhas crianças, espalhadas pelo menos, em três continentes, e até mesmo quem sabe, em outros planetas...

19/05/2019

SOBRE AS EXPECTATIVAS DE VIDA

Sempre desejamos algo na vida, algo que devemos fazer, pois,
"quem quer, faz, quem não quer, manda..."
Osculos e amplexos,
Marcial

SOBRE AS EXPECTATIVAS DA VIDA
Marcial Salaverry

Certamente uma das coisas que mais atrapalham nossa vida, é quando começamos a nos preocupar demais com o que outros possam estar fazendo, ao invés de cuidar de nossos afazeres, e assim, procurando apenas fazer nossa parte bem feita que é o mais importante a ser feito...
Li uma parábola muito interessante, sobre uma família de tartarugas que foi fazer um piquenique, e notaram que haviam esquecido o sal, e para que as coisas corressem bem, coube à mais jovem a tarefa de ir buscar o tempero necessário. Ela disse que iria somente se todas prometessem que não começariam a comer antes que ela voltasse com o sal... Obtida a promessa, ela partiu...

As outras, respeitando o acordo, ficaram esperando que ela voltasse. E ela nunca que chegava, e assim, após uma prolongada espera, a fome apertou e elas resolveram começar a comer mesmo sem o sal, mas quando iam começar, a outra tartaruguinha saiu de onde estivera escondida o tempo todo, xingando todas as outras, reclamando que não souberam esperá-la, quando na verdade, ela que não cumpriu o acordo pois, preocupada com a possibilidade das outras começarem a comer antes que voltasse, deixou de ir buscar o sal, apenas para ficar vigiando.
Descontando os exageros naturais dessa estória, na nossa vida as coisas podem acontecer mais ou menos da mesma forma, eis que chegamos a perder muito de nosso tempo esperando que as pessoas vivam à altura de nossas expectativas, cumprindo o que nós desejamos que elas realizem, esperando que elas ajam como nós gostariamos que elas o fizessem, e nem sempre dizemos o que queremos, esperando que elas saibam o que fazer. E mais, sem nos preocuparmos com o que elas realmente desejam para sua vida. O que nos importa é que elas façam o que desejamos, e assim, ficamos tão preocupados com o que os outros estão fazendo, que deixamos de fazer nossas próprias coisas, e deixamos enfim, de fazer nossa parte, apenas por desejar controlar ações alheias.
Se cada qual sempre procurasse fazer sua parte, cuidando de uma maneira correta de suas obrigações, teríamos ao menos, uma parte das coisas terminadas. Pelo menos o que nos cabe fazer, mas ao contrário, nada foi feito, porque não prevaleceu o bom senso.
É importante cada qual procurar fazer sua parte bem feita, sem se preocupar em saber o que os outros estão fazendo. Quem sabe, quando os outros que não estão colaborando ao ver que pelo menos alguém procura fazer sua parte, passem a seguir o exemplo de quem se ocupa com a boa execução do que existe para ser feito..
Todos temos nossas expectativas de vida. Temos nossos desejos, e deles devemos nos ocupar, sempre procurando objetivar o cumprimento de nossa parte. Não devemos tentar transferir desejos de outras pessoas para nossa conta, pois se nos preocuparmos com que outros façam sua parte, talvez não consigamos fazer sequer nosso trabalho.  Façamos nossa parte, dando o exemplo. Se não for seguido, paciência, o problema não será nosso, mas sim de quem não o fez.
Sem dúvida alguma, a vida moderna exige uma certa globalização, uma vez que existem muitas coisas que devem ser feitas coletivamente. Para tanto, cada qual deve cumprir com suas obrigações, ocupando-se delas, sem se preocupar se alguém deixa de fazer sua parte, pois isso deverá ficar por conta da consciencia de cada qual.
Se todos pensassem dessa maneira tudo seria melhor, mas é mera utopia, pois sempre haverá aqueles que tentam se aproveitar do trabalho alheio, bem como sempre haverá quem tentará controlar outras pessoas, ao invés de ocupar-se de si mesmo.

Procurando fazer minha parte bem feita, desejo a todos UM LINDO DIA, esperando e desejando que cada qual faça sua parte para ter e propiciar esse lindo dia...

18/05/2019

ENTENDER O QUE É SAUDADE

ENTENDER O QUE É A SAUDADE
Marcial Salaverry
 
Para a saudade entender,
é preciso bem saber
a  saudade não está no momento presente,
naquilo que vimos ou sentimos
de forma profunda , marcante e incompreensível...
Ela está presente nos amores e na paixão,
na falta irremediável do ser não presente...
Ainda que o futuro não tenha vindo,
ou o passado jamais tenha sido vivido,
existe a hora precisa do hoje,
no amor que se entrega e anseia,
e que já nem sabe o que é o tempo...
Tempo que apenas marca o contratempo,
quando não se encontra tempo
para com o amor poder viver,
e assim, ficar sem sentir o que poderá ser
o suave contato dos lábios desejados, nem ver
o brilho dos olhos no momento do prazer...
Saudade é o amor que apenas quer viver
os doces momentos da entrega dos corpos,
e esses momentos de amor poder reviver...


Marcial Salaverry

O CASAMENTO PERFEITO PODE EXISTIR

Havendo respeito, amizade, compreensão e diálogo, pode perfeitamente existir o tão decantado CASAMENTO  PERFEITO,
podendo chegar aos 40, 50, 60 e mais anos...    
Ósculos e amplexos                                                              

Marcial

O CASAMENTO PERFEITO PODE EXISTIR
Marcial Salaverry
                           
 Pode não ser muito comum, mas na realidade existem diversas maneiras para que um casamento seja considerado perfeito. Há que se considerar ainda que nos dias de hoje, basta que os parceiros vivam juntos para que possam se considerar casados, mas modernismos à parte, vamos considerar o que pode ser efetivamente chamado de casamento perfeito.

Na teoria, é aquele casal que mantém um relacionamento estável, que vive junto, sem maiores brigas ou discussões, mas será que realmente vivem bem, ou apenas mantém as aparências, ostentando uma fachada de amor e carinho, mas no recesso do lar não é bem assim. Podem existir insatisfações sufocadas, e estas são as mais perigosas, pois quando vem à tona, arrasam com tudo.
Assim sendo, nem sempre o fato de estar junto, quer dizer que exista ainda o mesmo carinho, o mesmo amor.

Existem alguns fatores que podem determinar essa espécie de cisão interna, e um deles ocorre quando uma das partes (geralmente a mulher), sofreu uma espécie de amputação de sua personalidade, para ser adaptar à personalidade de seu companheiro.  Essa anulação, sendo mantida por muitos anos, poderá causar muitos problemas para o futuro.

 No que diz respeito tudo se dar jeito, como dizem, não é bem assim, pois um amor para ser verdadeiro tem que casar, mas não é apenas casar na igreja e cartório, não é apenas isso, ambos tem que se encaixar, precisam entender que é uma parceria, e o que é uma real parceria, quando os dois devem os mesmos direitos.

Na verdade, casar é um encaixe a palavra já diz, é um casamento, uma junção, mas como somos seres humanos, é difícil entrar um encaixe perfeito, é preciso uma adaptação, cortar as arestas, é preciso haver um ajuste, uma adequação entre ambos, pois é só assim que haverá o encaixe, e certamente, com muito amor, carinho, amizade, cumplicidade, pois assim com certeza estas duas peças, homem e mulher, vão se casar de verdade. Assim, dificilmente vão se separar...
Acontece que muitas vezes o homem se esquece de fazer sua parte, obrigando a mulher a adequar-se à vida dele, fazendo com que   ela fique completamente podada, omitindo sua personalidade, para se encaixar na vida dele  como uma luva. Ocorre que um dia ela se cansa por algum motivo, e infidelidade é um deles.  Então se rebela, quer começar a ter também seus direitos, e viver sua vida, e ele fica perguntando “o que poderá estar faltando pra você?  Você tem tudo que uma mulher precisa", na opinião machista dele pelo menos, mas na verdade não é assim. Ela pode ter o que precisa materialmente, mas e o carinho? O direito à vida? O respeito pela condição humana? Onde fica isso?

Infelizmente essa maneira machista de pensar ainda predomina, o homem não percebeu ainda que ele tem mais condições de ser homem caminhando lado a lado com a parceira, do que a subjugando, seja pelo físico, seja pelo financeiro.  É muito mais interessante e gratificante, ter ao lado uma companheira que está conosco por nos amar com sentimento, com carinho, dentro de sua personalidade, do que ter alguém que vive ao lado, por não sentir-se em condições de viver sozinha, ou então por causa dos filhos, ou mesmo apenas por aquele velho e superado conceito do “ruim com  ele, pior sem ele”.  

Sempre é tempo de rever velhos conceitos, de uma adaptação à vida. É preciso haver basicamente um respeito mútuo entre os parceiros. Não pode e nem deve haver aquela sensação de predomínio, de quem manda em casa.
Uma das expressões mais rançosas que sempre escutei maridos machistas falarem, foi a tradicional: “Mulher minha não faz isto ou aquilo... Só faz o que eu quero.”

Um dia a casa cai, crianças, e quando a “mulher tua” acordar, as consequencias poderão ser desagradáveis, pois aí então ela será apenas dela...

Esperando que com estas palavras possa trazer alguma luz, abrindo margem para algum entendimento, desejo a todos UM LINDO DIA, na compreensão de que casamento perfeito é aquele em que os parceiros caminham lado a lado, de mãos dadas, ambos com os mesmos direitos e deveres, em clima de perfeita amizade e respeito total, para uma felicidade plena... 

17/05/2019

APENAS UM CANTO DE AMIZADE

APENAS UM CANTO DE AMIZADE
Marcial Salaverry
 
Que seja apenas um canto de amizade,
mas que seja dito com sinceridade,
é uma coisa linda de se ouvir,
e ainda melhor de sentir,
e tendo cenas de amizade explícita,
cenas de um carinho,
que seja virtualmente real,
ou realmente virtual,
sempre fazem felicidade...
Na verdade, são cenas pouco comuns
nos dias de hoje, mas que existem,
e que  verdadeiramente nos fazem
até acreditar que a o mundo vai melhorar,
que a amizade vai perdurar,
e que amor, carinho, a compreensão,
ainda moram no coração...
E que amizade e reconhecimento,
são coisas que ainda existem,
e que felizmente, persistem...
São cenas raras, infelizmente,
mas ainda as vemos acontecer, felizmente...
 

Marcial Salaverry

O AMOR TEM SUAS DORES

O amor não dá apenas prazer...
Também tem suas dores,
e por vezes dói fundo...
Mas ninguém quer ficar sem ele,
embora as dores incomodem...
Osculos e amplexos,
Marcial
O AMOR TEM SUAS DORES
Marcial Salaverry

Certamente o amor não é feito só de flores, também tem seus espinhos, representados pelas dores que ele pode provocar, e se  essas dores existem,  podemos dizer que  são duas as dores no amor que  realmente  doem fundo.

Uma delas, é quando a relação termina unilateralmente, ou seja alguém termina um relacionamento, mas o amor persiste em um dos lados que, logicamente não se conformará facilmente com o fato de não mais ser amado. Não é fácil acostumar-se com a ausência de quem queríamos a nosso lado. Perguntamo-nos porque fomos rejeitados, não nos conformando por não sermos mais amados com a mesma intensidade que ainda amamos, e  isso dói fundo na alma.

Sentimos falta dos beijos, dos abraços, daquelas ternas carícias, e perguntamo-nos como tanto amor pode acabar, mas o fato é que  acabou, e torna-se necessário substitui-lo, para não ficar apenas nas lembranças. Temos que nos dar a chance de viver novamente. Se não foi possível com um amor, será com outro. Não podemos deixar de viver, apesar da dor.

Por paradoxal que possa parecer, a segunda dor é justamente essa “operação limpeza” que precisamos fazer, pois teremos que esvaziar nosso coração, deletando a saudade que teimosamente lá permanece. Não é muito fácil remover de nosso interior tudo aquilo que lá temos enraizado, mas é imperioso faze-lo, mesmo que nos doa, pois se não o fizermos, a dor continuará doendo, e não conseguiremos viver um novo amor dessa maneira.

Estranhamente vai nos doer para nos livrarmos dessa dor. Algo como a picada da anestesia que o dentista aplica antes de extrair o dente. O efeito da anestesia ainda permanecerá algum tempo, deixando-nos como que adormecidos... Mas que alívio depois. Assim será a “extração das lembranças perdidas”. Vai doer,  mas passa logo, e a vida estará novamente à nossa frente, esperando que a vivamos com renovada alegria de viver.

Na realidade, o que atrapalhava era aquela necessidade masoquista de curtir a tristeza do amor perdido. Perdiamo-nos nas lembranças dos gostosos momentos vividos, fechando os olhos para a possibilidade de reviver as mesmas alegrias ao lado de outro alguém, entendendo que ninguém é totalmente insubstituível. Não podemos ficar eternamente apegados ao amor perdido, tanto quanto à pessoa que um dia amamos. Precisamos esquece-lo para voltar a viver com alegria, mesmo que sempre fique aquela lembrança guardada lá no fundo, pois um amor verdadeiro, jamais será esquecido totalmente, mas podemos te-lo como um momento bom vivido, e que já acabou, embora deixando boas recordações, acabou, e a vida continua.

Certamente essa será uma dor mais amena, quase imperceptível. Não mais a queremos a nosso lado, mas a queremos em nossa saudade. Estranho, não? Mas a capacidade de amar nos faz ver que estamos vivos. Então, para melhor nos livrarmos dessa dor, nada como a anestesia de um novo amor.

Uma pequena frase de L’Inconnu:
"Despedir-se de um amor é despedir-se de si mesmo."
É um fato, pois quando nos entregamos a um amor, deixamos algo de nós junto a esse amor, e ao nos despedirmos dele, seja por qual motivo for, esse algo nosso irá junto.

Exatamente por isso, é que precisamos sempre nos reciclar para continuar vivendo, e a vida sempre será boa, seja com um amor por toda a vida, ou com muitos amores a serem vividos enquanto vivermos.

Como a amizade é a forma mais linda de amor, é que precisamos sempre manter as boas amizades, para não perdermos muitos pedaços nossos, sempre vivendo em paz, e tendo UM LINDO DIA.