FASCINANTE

23/09/14

A Mais Linda Canção


 A mais linda canção é aquela
que nossa alma canta quando
se encanta com um amor,
quando sente que sua vida
se enche de calor,
com a doce sensação
que lhe aquece o coração...
Marcial Salaverry

&

Quando estamos amando,
nossa alma canta belas canções,
pois está feliz e seu coração
sente um calor bem gostoso.
Nada igual a esta doce sensação,
vamos continuar nos amando,
até a outra eternidade.
Beki Bassan


Yo Tengo Un Corazón

El latir de mi corazón dice que vive por tu amor...


No lo dudes, amor mio,
yo tengo un corazón...
Un corazón que late por ti...
Un corazón que quiere amarte...
Ven querida...
Este tango vamos bailar...
En esta noche, quiero mucho te amar...
Quiero tus lábios besar...
Ven...este tango es nuestro...
"Si yo tuviera un corazón"...
Tengo un corazón...
Que mucho te ama...
que te quiere con locura...
deseo.... ternura...
Ven querida...
El tango, lo bailaremos,
y después... nos amaremos...

Marcial Salaverry
*Inspirado en el tango UNO

Curtindo Um Passeio Pelo Campo

Primavera...Um passeio pelo campo... bosques...
animais silvestres... um regato rumorejante...
São bençãos de Deus...
Curtir um passeio pelo campo, com certeza é uma das melhores terapias que existe para um esfriamento de cuca, quando precisamos nos livrar do stress a que somos conduzidos em nosso dia a dia normal.
Se tivermos oportunidade de passar alguns dias que seja durante o ano em uma fazenda, por exemplo, ou mesmo em um pequeno sítio, onde possamos estar em contato com a vida campestre, podendo usufruir das maravilhas que a Natureza nos oferece, teremos certamente uma oportunidade única para promover um gostoso reciclamento em nossa vida.
Imaginem as delícias de ouvir pela manhã, logo cedinho, ao invés do barulhento despertador ou do rádio relógio despejando notícias de crimes e corrupção em nossos ouvidos, escutar o distante mugir de uma vaca, ou o gostoso canto matinal de belo galo de cristas coloridas. Sem dúvida, um gostoso despertar...
E depois, uma visita ao curral, para tomar aquele leite quentinho, diretamente da fábrica para o consumidor, certamente uma verdadeira delícia, e ainda podemos dar um toquinho de cidade, colocando um pouquinho de conhaque nesse leite, claro que para quem não está acostumado, ainda pode dar um ligeiro desarranjo intestinal, mas o prazer de bebê-lo, compensa uma eventual ida forçada ao sanitário...
No campo, até o cheiro ocasionado pela famosa "bosta da vaca", tem algo como perfume natural, basta um pouco de boa vontade, e incorporação ao ambiente, e depois do gostoso café matinal, com o tradicional pão caseiro, feito no forno a lenha, dá água na boca, só de lembrar, depois, vamos a um gostoso passeio, visitando o chiqueiro dos porcos. A visão daqueles leitõezinhos de pele rosada, faz-nos repensar na vontade de deglutir um gostoso leitão a pururuca, pois os bichinhos são tão graciosos, que tira a vontade de comê-los.
Para quem gosta demais do bichinho em sua segunda etapa, desaconselho a visita ao chiqueiro...
Depois de uma bela caminhada matinal, respirando aquele ar tão puro, limpando nossos pulmões da poluição das cidades, aproveitando aquela visão das campinas verdejantes, dos pastos cobertos de capim gordura, da beleza dos milharais que se estendem a perder de vista, sentar à beira de um regato rumorejante, deixar que nossos olhos se percam no movimento sinuoso de sua água sempre a correr "chuá, chuá... chué, chué... parece que alguém, que cheio de mágoa..." Bem, o pensamento voa, e recordações assaltam a memória, e a vontade que dá, é pedir ao Amigão que pare o tempo, que "pare o mundo que eu quero descer"...
Mais tarde, com a alma lavada e enxaguada, e a barriga já roncando, vamos ao tradicional almoço, aquela comida feita em panela de barro e fogão a lenha, faz sair água da boca... 

A nova visão do leitãozinho, faz esquecer as disposições matinais, e isso sem falar naquela pinga vinda do alambique doméstico... 
E depois, a visão daquela rede balançando, esticar o corpo e ficar apenas apreciando aquele verde que se estende a perder de vista, os olhos vão se fechando, porque ninguém é de ferro...

Ao cair da tarde, caminhar até chegar àquele outeiro, para apreciar melhor o maior, e mais lindo espetáculo da Terra, a maravilha que é um por do sol no campo, que é algo que não dá pra descrever, só vendo mesmo, e lá, com o coração não cabendo dentro do peito, ver o breve e romântico encontro do sol com a lua, que vai tomando o lugar do seu amado sol, e mais as estrelas que vão surgindo, realmente é uma emoção difícil de ser controlada, e é com olhos molhados pelas lágrimas teimosas que insistem em descer, que voltamos para a fazenda, para o famoso lanche da noite, e dormir ainda não totalmente refeitos das emoções vividas, e que serão repetidas no dia seguinte, e que irão se iniciar com o indescritível espetáculo que nos dá o sol, quando reassume sua posição no firmamento.
Claro que também existe a chuva, mas fica para outra vez, e hoje, seja no campo ou onde for, espero que todos tenhamos UM LINDO DIA.

Marcial Salaverry

22/09/14

Vamos Encontrar Nosso Paraíso Interior

     É importante saber "sentir-se" feliz...
Para tanto, vamos descobrir nosso Paraíso Interior...

 Ósculos e amplexos, Marcial

Saber como encontrar o Paraíso Interior, é o grande desejo de todos, mas, como poderemos descobrir nosso Paraíso Interior? Como saber qual será nosso Paraíso Interior, e como chegar até ele? Existem diversos fatores que podem nos fazer sentir uma certa paz interior, que tem o condão de acalmar nosso espírito, levando-nos a certos devaneios, fazendo-nos minimizar ou até mesmo esquecer certos problemas que nos afligem, propiciando-nos assim uma gostosa paz interior.

Através da música, ou de uma determinada música que nos toque a sensibilidade, poderemos abrir caminhos até então secretos em nosso coração.
Ela parece penetrar em nossa alma, através de nossos poros, encantando-nos e nos levando a deliciosas viagens. São músicas com as quais mantemos uma espécie de relação anímica, despertando nossas essências verdadeiras. Saímos fora da realidade. Viajamos por horizontes diferentes e distantes.

Algumas vezes poderá ser o amor que nos desperte tais sensações. Ouvindo determinada música, e fechando os olhos, chegamos mesmo a sentir a presença amada a nosso lado. Ouvi-la juntos, será melhor ainda.
Sem dúvida é um mistério a ligação que conseguimos fazer entre pessoas amadas e músicas, locais e até mesmo objetos. Por exemplo, se tivemos algum momento bem vivido ao lado de alguém que amamos ouvindo determinada música, a cada vez que a ouvirmos, automaticamente nosso paraíso interior será acionado. O mesmo poderá acontecer olhando o mar, ou um por do sol, e até mesmo uma forte chuva.
São lembranças que nos conduzem pelas estrelas, fazendo-nos desligar da realidade da vida, da tristeza de uma solidão, ou de maus momentos que eventualmente estivermos atravessando.

É quando sentimos que uma doce saudade pode nos ajudar e melhorar o astral.
Assim, quando nos sentirmos angustiados, ao invés de nos entregar a maus pensamentos, a pensar em atitudes drásticas, devemos saber procurar nosso paraíso interior. Por pior que seja a situação que estivermos atravessando, poderemos encontrar uma espécie de lenitivo nessa busca, sempre procurando algo que nos faça como que "reviver" bons momentos 
já vividos.

E a música poderá ser um desses fatores. Todos nós tivemos alguma música que marcou um desses bons momentos.
Quando tudo parecer escuro para nós, precisamos reaprender a ver um mundo cheio de luz, a ver que existe alegria, a reencontrar o sol em nossa vida.
Assim, reencontrando a esperança na vida e no amor.


A MUSICA DA VIDA
Marcial Salaverry

Músicas lindas,
trazem lembranças infindas...
Lenitivo para os que se amam,
que com elas se lembram
de momentos de felicidade...
Quando chega aquela doce saudade,
a música traz à lembrança
aquela doce esperança
de nosso amor revermos,
e novamente a felicidade obtermos...
Musica para amar,
musica para lembrar,
de um momento de amor
que à nossa vida deu muito calor...


E com, este poema, desejo que todos encontrem seu Paraíso Interior, 
tendo UM LINDO DIA.

Marcial Salaverry








21/09/14

Como Somos


Para saber como somos, temos que ver nossa aparência física, que é algo muito subjetivo.  Cada um tem uma idéia diferente sobre o assunto.  Muitos consideram que o mais importante é estar-se bem  vestido.
Perfeito, mas, o que é "estar bem vestido?".  Existem controvérsias a esse respeito, e não vale a pena entrar no mérito da questão. O mais importante é a aparência que as pessoas apresentam e transmitem. Uma pessoa de boa aparência, que esteja corretamente trajada, sempre será mais bem recebido em qualquer lugar.
Ocorre que, muitas vezes, as aparências enganam, e um bom aspecto externo, esconde um interior bem feio. Depende de como se saiba usar a energia interior. Se a usarmos para espalhar o bem estar, a amizade, claro que a aparência será atraente. Se a voltarmos para o mal, o efeito será o oposto.
Bem, realmente a aparência física é algo importante. Todavia, para que se tenha uma boa aparência, não é condição sine-qua-non ter uma beleza deslumbrante.  O principal é ter uma certa simpatia interior, que logo poderá causar empatia onde estiver.
A boa aparência está em pequenos detalhes, como por exemplo usar roupas que combinem com sua idade, com seu aspecto físico. Pessoas de idade não combinam com roupas jovens. A jovialidade se mostra no olhar, na disposição, e não nas roupas. A discrição no vestir fala muito sobre a pessoa.
Pode-se melhorar e muito a aparência, apenas com um sorriso. Mas não aquele sorriso estereotipado, como por exemplo o sorriso dos praticantes de ginástica aeróbica. Mas aquele sorriso que vem de dentro, quando os lábios conseguem transmitir algo que vem da alma.  E para consegui-lo, é preciso estar bem internamente.
E isso se consegue com o simples fato de você aprender a gostar-se, ser feliz como você é. O importante mesmo é a pessoa aprender a conviver com seu aspecto, e a gostar de si mesmo.  Assim conseguirá transmitir uma sensação de bem estar interior, o que sempre melhora a aparência.
Crianças, o que fundamentalmente quero dizer é que enquanto você não conseguir se aceitar, não conseguirá gostar de si mesmo, e aí a coisa se complica. 
Sempre é mais difícil conviver com uma pessoa que viva carrancuda, insatisfeita consigo e com o mundo.   Se o problema for o aspecto físico então, poderá querer partir para as cirurgias plásticas, com a finalidade única de "melhorar a fachada".  O que nem sempre é uma boa. Sempre é mais importante cuidar do espírito.
Na minha concepção, só se deve partir para uma cirurgia plástica, ou uma lipoaspiração, com a finalidade de corrigir algum defeito, e não por simples vaidade. Uma cirurgia corretiva.  Enfim... cada qual tem o seu pensar.
Concordo que a perfeição física (ou quase), é o sonho dourado de todos. Existem muitas maneiras de se melhorar o físico, através de exercícios adequados (cada biótipo tem um tipo de exercício), através de educação alimentar (educação alimentar é uma coisa, e regime é outra), através de uma melhora espiritual (a yoga, o reiki, tudo que cuida do espírito pode ser um meio excelente), e principalmente, através da auto-aceitação. Conheci muitas pessoas que se consideravam feias, horríveis e que conseguiram melhorar incrivelmente sua "fachada" dessa maneira, apenas melhorando seu “eu” interior. Essa melhora sempre “sai”.
Bem, concordamos todos num ponto. Um belo aspecto físico é importante. Mas... como se define o belo? Cada qual tem sua concepção. A única beleza que é universal, que todos os povos do mundo consideram da mesma maneira, é a beleza interior. É aquela que se projeta de seu espírito, que seus olhos transmitem, e que para tê-la você tem que amar a vida, tem que se amar. Experimente despir-se diante de um espelho grande, que mostre seu corpo inteiro, e aprenda a amar suas formas, sejam elas quais forem. Se somos assim, temos que nos aceitar e nos gostar.
Existe um ponto de vista que vou defender com unhas e dentes (e dentadura também), qual seja: se você, após esse exame chegar à conclusão de que deseja modificar alguma coisa, procure fazê-lo por vias naturais. Contudo, aprenda primeiro a amar-se.
Um ponto de vista já debatido, é aquele que diz que a pessoa para sentir-se bela, é necessário que se sinta amada. Totalmente de acordo. E vocês, queridas crianças,  têm todas as condições do mundo de sentir-se amadas.  E muito.  Pela pessoa mais importante que existe para você, que é VOCÊ... Portanto, ame-se e sinta-se bela.

Marcial Salaverry




20/09/14

Desejo Apenas Que...


Que não mais existam meninos de rua,
seja responsabilidade minha ou tua...
Que pais não mais rejeitem filhos,
nem filhos abandonem seus lares...
Que haja mais responsabilidade,
e haja nos lares mais felicidade...
Que os Direitos Humanos,
não sejam meros enganos...
Que exista respeito ao Estatuto da Criança e do Adolescente,
para que possa ser um adulto decente...
Que os idosos sejam respeitados,
e não mais pelos jovens ridicularizados...
Que seus direitos sejam observados...
Que possam andar sem serem derrubados...
Que possam receber no Banco, sem serem assaltados...
Que as "pessoas especiais" possam viver em paz,
sem receber a pecha de incapaz...
Que tenham seu lugar no mundo,
ao invés de apenas um canto imundo...
Que todos possam viver, enfim...
E não apenas aguardar um triste fim...

Marcial Salaverry

Flor X Amor


Como Ter Uma Vida Feliz

            
Parece que é muito simples ser feliz... Basta não ser infeliz... Basta procurar viver uma vida sem grandes sobressaltos, evitando preocupações desnecessárias.
Teoricamente é isso aí.  Acontece que temos uma inacreditável tendência para conseguir complicar a vida, como que procurando chifre em cabeça de cavalo solteiro.
O grande segredo é simplificar. ou melhor, descomplicar as coisas ...
Quantas vezes iniciamos discussões com as pessoas de nosso convívio, como parentes ou amigos, por motivos realmente banais.  Por vezes esse desentendimento cresce e atinge proporções de briga.  Por que não parar para pensar um pouco antes de começar a encrenca? A maioria das crises familiares teve início por pura teimosia, o tradicional “não dar o braço a torcer”...
Algumas vezes encontramos problemas de difícil solução no momento. Ou mesmo de impossível solução.  Ao invés de nos desesperarmos, o melhor é dar tempo ao tempo.
Pensando com mais clareza, será mais fácil encontrar uma solução, e se esta inexistir...
Paciência. O que não vai resolver nada será nos desesperarmos.  Só poderá agravar o problema, pois poderemos ficar estressados e complicar a saúde também. Portanto, aumentando o problema. Então o melhor é deixar de lado. Pelo menos no momento...
Ainda pode ter aquele sonho há muito tempo acalentado.  Deu em nada.  De que adiantará ficar lamentando não tê-lo realizado? Não deu certo? Paciência. É prá frente que se anda... Vamos tentar por outros caminhos. Ou o mesmo sonho, ou então busquemos outro.  O que não podemos é simplesmente lamentar nossa má sorte. Possivelmente sonhamos alto demais para nossas possibilidades.  E se um castelo ruiu, poderemos construir outro.  É bem melhor do que simplesmente lamentar o sonho perdido, não realizado.
Assim é a nossa vida. Temos que aceitar as duas faces da moeda.  A mesma serenidade demonstrada numa vitória, deverá existir numa derrota.
Não adianta esquentar a cabeça, deixando que a ansiedade tome conta do seu pensamento, pra que desperdiçar toda essa energia?  Cabeça fria e bola pra frente.
A vida não é feita só de vitórias, nem tampouco apenas de derrotas. Temos que saber balancear as coisas.  Será bem mais fácil viver assim.
Resumindo, devemos sempre escolher nossas prioridades, sempre procurando os caminhos mais simples para chegar a nossos objetivos. 
Quando um projeto ficar por demais complicado, ao invés de malhar em ferro frio, é melhor mudar o projeto, se não for possível esquentar o ferro.
Isto vale tanto para as coisas mais prosaicas da vida como o que vamos almoçar hoje, como também para as mais importantes, como nossa sobrevivência, por exemplo...
Até mesmo para as questões do coração devemos pensar dessa maneira.
Muitas vezes pensamos estar amando alguém.  Porém, por razões diversas esse amor não está a nosso alcance.  Circunstâncias impedem que o amor se desenvolva.  Quais? Ora, quaisquer circunstâncias que não permitam seu desenvolvimento. Por exemplo o amor ser unilateral.  Amamos, mas não somos amados.  Pode ser triste, mas a única solução é deixar de lado e abrir o coração para outro.  Pra que tentar conquistar o que está se revelando inconquistável?  Ficar remoendo esse amor impossível? Muitas vezes existem fatores que não permitem viver-se junto da pessoa amada. Mas nesses casos, se houver reciprocidade, o amor pode ser curtido mesmo à distância.  São circunstâncias da vida, que podem ser contornadas.  Agora o desamor de uma das partes, é malhar em ferro frio, que nem sempre pode ser esquentado.
Enfim, até que é fácil ser feliz. Basta fazer nossa parte. Basta descomplicarmos a vida. Basta que aceitemos o que podemos ter, esquecendo certos sonhos impossíveis.
Alguns poderão argumentar que a vida é feita de sonhos.  Concordo, mas é feita de sonhos realizáveis.  Quando o sonho se mostra muito acima de nossas forças, começa a complicar, pois poderá tornar-se uma obsessão, e aí fica perigoso, podendo atrapalhar nossa felicidade de vida.  E esta é muito importante.
Temos que saber usar nossa energia interior.

 Marcial Salaverry









19/09/14

A Arte No Amar

Tudo na vida é uma arte,
principalmente o amor...
E é uma arte a ser praticada
com muito amor...

Com as mãos,
escultores, pintores,
artistas formatadores,
fazem obras de arte...
Com as mãos,
poetas, escritores,
fazem do amor uma arte,
com o carinho de um poema,
ou um poema de carinho...
Com as mãos,
pintores, escultores,
artistas formatadores,
pintam e modelam...
Com as mãos,
escritores, poetas,
modelam o corpo,
encantam a mente,
despertando o amor latente...
Nossas mãos
por caminhos diferentes,
fazem do amor uma arte,
ou fazem a arte do amor...

Marcial Salaverry

Quando o Amor Existe & Amor de Verdade

Quando o amor existe,
e reciprocamente se revela,
a vida fica mais bela...
O amor existe,
o amor persiste...
quando se ama,
e se proclama...
Amor amado...
Desejado...
Amor amante...
inconstante...
A forma do amor,
seja como for...
Dá vida,
para nossa vida...

Marcial Salaverry

Quanto se ama o amor não termina,
ele ultrapassa os percalços,
ele perdoa os erros,
ele é desejado todas as horas.
Não importa se amor amante,
a forma do amor persiste,
quando é amor verdadeiro.
Ele proporciona mais vida
à nossa vida.

Beki Bassan