FASCINANTE

21/09/14

Como Somos


Para saber como somos, temos que ver nossa aparência física, que é algo muito subjetivo.  Cada um tem uma idéia diferente sobre o assunto.  Muitos consideram que o mais importante é estar-se bem  vestido.
Perfeito, mas, o que é "estar bem vestido?".  Existem controvérsias a esse respeito, e não vale a pena entrar no mérito da questão. O mais importante é a aparência que as pessoas apresentam e transmitem. Uma pessoa de boa aparência, que esteja corretamente trajada, sempre será mais bem recebido em qualquer lugar.
Ocorre que, muitas vezes, as aparências enganam, e um bom aspecto externo, esconde um interior bem feio. Depende de como se saiba usar a energia interior. Se a usarmos para espalhar o bem estar, a amizade, claro que a aparência será atraente. Se a voltarmos para o mal, o efeito será o oposto.
Bem, realmente a aparência física é algo importante. Todavia, para que se tenha uma boa aparência, não é condição sine-qua-non ter uma beleza deslumbrante.  O principal é ter uma certa simpatia interior, que logo poderá causar empatia onde estiver.
A boa aparência está em pequenos detalhes, como por exemplo usar roupas que combinem com sua idade, com seu aspecto físico. Pessoas de idade não combinam com roupas jovens. A jovialidade se mostra no olhar, na disposição, e não nas roupas. A discrição no vestir fala muito sobre a pessoa.
Pode-se melhorar e muito a aparência, apenas com um sorriso. Mas não aquele sorriso estereotipado, como por exemplo o sorriso dos praticantes de ginástica aeróbica. Mas aquele sorriso que vem de dentro, quando os lábios conseguem transmitir algo que vem da alma.  E para consegui-lo, é preciso estar bem internamente.
E isso se consegue com o simples fato de você aprender a gostar-se, ser feliz como você é. O importante mesmo é a pessoa aprender a conviver com seu aspecto, e a gostar de si mesmo.  Assim conseguirá transmitir uma sensação de bem estar interior, o que sempre melhora a aparência.
Crianças, o que fundamentalmente quero dizer é que enquanto você não conseguir se aceitar, não conseguirá gostar de si mesmo, e aí a coisa se complica. 
Sempre é mais difícil conviver com uma pessoa que viva carrancuda, insatisfeita consigo e com o mundo.   Se o problema for o aspecto físico então, poderá querer partir para as cirurgias plásticas, com a finalidade única de "melhorar a fachada".  O que nem sempre é uma boa. Sempre é mais importante cuidar do espírito.
Na minha concepção, só se deve partir para uma cirurgia plástica, ou uma lipoaspiração, com a finalidade de corrigir algum defeito, e não por simples vaidade. Uma cirurgia corretiva.  Enfim... cada qual tem o seu pensar.
Concordo que a perfeição física (ou quase), é o sonho dourado de todos. Existem muitas maneiras de se melhorar o físico, através de exercícios adequados (cada biótipo tem um tipo de exercício), através de educação alimentar (educação alimentar é uma coisa, e regime é outra), através de uma melhora espiritual (a yoga, o reiki, tudo que cuida do espírito pode ser um meio excelente), e principalmente, através da auto-aceitação. Conheci muitas pessoas que se consideravam feias, horríveis e que conseguiram melhorar incrivelmente sua "fachada" dessa maneira, apenas melhorando seu “eu” interior. Essa melhora sempre “sai”.
Bem, concordamos todos num ponto. Um belo aspecto físico é importante. Mas... como se define o belo? Cada qual tem sua concepção. A única beleza que é universal, que todos os povos do mundo consideram da mesma maneira, é a beleza interior. É aquela que se projeta de seu espírito, que seus olhos transmitem, e que para tê-la você tem que amar a vida, tem que se amar. Experimente despir-se diante de um espelho grande, que mostre seu corpo inteiro, e aprenda a amar suas formas, sejam elas quais forem. Se somos assim, temos que nos aceitar e nos gostar.
Existe um ponto de vista que vou defender com unhas e dentes (e dentadura também), qual seja: se você, após esse exame chegar à conclusão de que deseja modificar alguma coisa, procure fazê-lo por vias naturais. Contudo, aprenda primeiro a amar-se.
Um ponto de vista já debatido, é aquele que diz que a pessoa para sentir-se bela, é necessário que se sinta amada. Totalmente de acordo. E vocês, queridas crianças,  têm todas as condições do mundo de sentir-se amadas.  E muito.  Pela pessoa mais importante que existe para você, que é VOCÊ... Portanto, ame-se e sinta-se bela.

Marcial Salaverry




20/09/14

Desejo Apenas Que...


Que não mais existam meninos de rua,
seja responsabilidade minha ou tua...
Que pais não mais rejeitem filhos,
nem filhos abandonem seus lares...
Que haja mais responsabilidade,
e haja nos lares mais felicidade...
Que os Direitos Humanos,
não sejam meros enganos...
Que exista respeito ao Estatuto da Criança e do Adolescente,
para que possa ser um adulto decente...
Que os idosos sejam respeitados,
e não mais pelos jovens ridicularizados...
Que seus direitos sejam observados...
Que possam andar sem serem derrubados...
Que possam receber no Banco, sem serem assaltados...
Que as "pessoas especiais" possam viver em paz,
sem receber a pecha de incapaz...
Que tenham seu lugar no mundo,
ao invés de apenas um canto imundo...
Que todos possam viver, enfim...
E não apenas aguardar um triste fim...

Marcial Salaverry

Flor X Amor


Como Ter Uma Vida Feliz

            
Parece que é muito simples ser feliz... Basta não ser infeliz... Basta procurar viver uma vida sem grandes sobressaltos, evitando preocupações desnecessárias.
Teoricamente é isso aí.  Acontece que temos uma inacreditável tendência para conseguir complicar a vida, como que procurando chifre em cabeça de cavalo solteiro.
O grande segredo é simplificar. ou melhor, descomplicar as coisas ...
Quantas vezes iniciamos discussões com as pessoas de nosso convívio, como parentes ou amigos, por motivos realmente banais.  Por vezes esse desentendimento cresce e atinge proporções de briga.  Por que não parar para pensar um pouco antes de começar a encrenca? A maioria das crises familiares teve início por pura teimosia, o tradicional “não dar o braço a torcer”...
Algumas vezes encontramos problemas de difícil solução no momento. Ou mesmo de impossível solução.  Ao invés de nos desesperarmos, o melhor é dar tempo ao tempo.
Pensando com mais clareza, será mais fácil encontrar uma solução, e se esta inexistir...
Paciência. O que não vai resolver nada será nos desesperarmos.  Só poderá agravar o problema, pois poderemos ficar estressados e complicar a saúde também. Portanto, aumentando o problema. Então o melhor é deixar de lado. Pelo menos no momento...
Ainda pode ter aquele sonho há muito tempo acalentado.  Deu em nada.  De que adiantará ficar lamentando não tê-lo realizado? Não deu certo? Paciência. É prá frente que se anda... Vamos tentar por outros caminhos. Ou o mesmo sonho, ou então busquemos outro.  O que não podemos é simplesmente lamentar nossa má sorte. Possivelmente sonhamos alto demais para nossas possibilidades.  E se um castelo ruiu, poderemos construir outro.  É bem melhor do que simplesmente lamentar o sonho perdido, não realizado.
Assim é a nossa vida. Temos que aceitar as duas faces da moeda.  A mesma serenidade demonstrada numa vitória, deverá existir numa derrota.
Não adianta esquentar a cabeça, deixando que a ansiedade tome conta do seu pensamento, pra que desperdiçar toda essa energia?  Cabeça fria e bola pra frente.
A vida não é feita só de vitórias, nem tampouco apenas de derrotas. Temos que saber balancear as coisas.  Será bem mais fácil viver assim.
Resumindo, devemos sempre escolher nossas prioridades, sempre procurando os caminhos mais simples para chegar a nossos objetivos. 
Quando um projeto ficar por demais complicado, ao invés de malhar em ferro frio, é melhor mudar o projeto, se não for possível esquentar o ferro.
Isto vale tanto para as coisas mais prosaicas da vida como o que vamos almoçar hoje, como também para as mais importantes, como nossa sobrevivência, por exemplo...
Até mesmo para as questões do coração devemos pensar dessa maneira.
Muitas vezes pensamos estar amando alguém.  Porém, por razões diversas esse amor não está a nosso alcance.  Circunstâncias impedem que o amor se desenvolva.  Quais? Ora, quaisquer circunstâncias que não permitam seu desenvolvimento. Por exemplo o amor ser unilateral.  Amamos, mas não somos amados.  Pode ser triste, mas a única solução é deixar de lado e abrir o coração para outro.  Pra que tentar conquistar o que está se revelando inconquistável?  Ficar remoendo esse amor impossível? Muitas vezes existem fatores que não permitem viver-se junto da pessoa amada. Mas nesses casos, se houver reciprocidade, o amor pode ser curtido mesmo à distância.  São circunstâncias da vida, que podem ser contornadas.  Agora o desamor de uma das partes, é malhar em ferro frio, que nem sempre pode ser esquentado.
Enfim, até que é fácil ser feliz. Basta fazer nossa parte. Basta descomplicarmos a vida. Basta que aceitemos o que podemos ter, esquecendo certos sonhos impossíveis.
Alguns poderão argumentar que a vida é feita de sonhos.  Concordo, mas é feita de sonhos realizáveis.  Quando o sonho se mostra muito acima de nossas forças, começa a complicar, pois poderá tornar-se uma obsessão, e aí fica perigoso, podendo atrapalhar nossa felicidade de vida.  E esta é muito importante.
Temos que saber usar nossa energia interior.

 Marcial Salaverry









19/09/14

A Arte No Amar

Tudo na vida é uma arte,
principalmente o amor...
E é uma arte a ser praticada
com muito amor...

Com as mãos,
escultores, pintores,
artistas formatadores,
fazem obras de arte...
Com as mãos,
poetas, escritores,
fazem do amor uma arte,
com o carinho de um poema,
ou um poema de carinho...
Com as mãos,
pintores, escultores,
artistas formatadores,
pintam e modelam...
Com as mãos,
escritores, poetas,
modelam o corpo,
encantam a mente,
despertando o amor latente...
Nossas mãos
por caminhos diferentes,
fazem do amor uma arte,
ou fazem a arte do amor...

Marcial Salaverry

Quando o Amor Existe & Amor de Verdade

Quando o amor existe,
e reciprocamente se revela,
a vida fica mais bela...
O amor existe,
o amor persiste...
quando se ama,
e se proclama...
Amor amado...
Desejado...
Amor amante...
inconstante...
A forma do amor,
seja como for...
Dá vida,
para nossa vida...

Marcial Salaverry

Quanto se ama o amor não termina,
ele ultrapassa os percalços,
ele perdoa os erros,
ele é desejado todas as horas.
Não importa se amor amante,
a forma do amor persiste,
quando é amor verdadeiro.
Ele proporciona mais vida
à nossa vida.

Beki Bassan

A Essência Do Pensamento


Muito se fala, e pouco se conhece sobre o poder do pensamento. 
É bem difícil avaliar-se que coisas o pensamento é capaz de produzir, pois imaginamos que apenas os atos é que comandam tudo.
Acontece que tudo o que se faz, é pensado primeiro, ou pelo menos  espera-se que o seja, pois muitas vezes age-se irrefletidamente, sem primeiro  analisar aquilo que se pretende fazer, e é quando fazemos grandes besteiras na vida.
Nesse caso, já se começa a ver o valor do pensamento, pois ao ponderarmos sobre o que pretendemos fazer, poderemos chegar a conclusões que nos podem levar a modificar certas atitudes, evitando erros monumentais.
Quantas vezes tomamos uma decisão de primeira hora, e somente após uma reflexão poderemos chegar à conclusão de que iríamos embarcar numa enorme canoa furada. Tivéssemos seguido o primeiro impulso, e a pobre ruminante fêmea atolar-se-ia irremediavelmente. Por essa razão, sempre que tivermos alguma decisão importante a tomar, sempre será de bom alvitre dar-se um certo tempo para uma análise mais demorada, ou mesmo um conselho de alguém em quem confiarmos.
Mas o mais importante sobre o pensamento, ou que seria sua essência, é sabermos usá-lo convenientemente em certas questão básicas de nossa vida. Por exemplo, para escrever uma crônica sobre o pensamento... é necessário pensar-se sobre o assunto.
Esse tal de pensamento abre um leque enorme de possibilidades.  Através dele, podemos conhecer bem a alma de uma pessoa, analisando diversos fatores, quais sejam, o que e como ela escreve ou fala.  Mesmo sem chegar a conhecê-la, poderemos traçar seu perfil, poderemos saber coisas dela, de sua personalidade que talvez não fosse possível conhecer através de um contato visual direto, onde se podem usar mil artifícios para encobrir uma verdade.
O mesmo não ocorre quando sabemos usar bem a essência do pensamento... saber ler nas entrelinhas de quem nos escreve... saber captar a sinceridade na voz de quem nos fala... dessa maneira, poderemos conhecer o mais importante das pessoas, ou seja, o seu interior.  Conhecendo sua alma, o conhecimento físico pode ser relegado a plano secundário, pois já saberemos o que realmente interessa saber sobre sua personalidade.
É um bom exercício para a mente, mantém os neurônios (todos os dois) bem ativos, pois deveremos saber analisar muito bem, para não cometer erros de avaliação.
Até mesmo em casos de amor, é possível “ver” se a pessoa está sendo sincera.  Basta que se saiba usar o pensamento em sua essência. Um “eu te amo’, tão fácil de se escrever, conforme o resto da frase, ou da idéia, pode ou não soar falso. Mas há que se saber analisar, e sempre depende de um certo treino. Quando se for analisar alguém, não se pode deixar dominar pela emoção.  A análise deve ser fria.  Deve-se procurar “captar” a essência da alma da pessoa, para que não se faça um julgamento errado, a favor, ou contra.
Isso é muito válido nos conhecimentos internéticos.  Sempre é interessante procurar conhecer bem a alma de quem conversa conosco, principalmente quando existe um envolvimento amoroso, que costuma ser meio perigoso...  Muitas vezes um amor muito forte virtualmente, esboroa-se ao conhecimento físico.  Isso ocorre quando não houve sinceridade, ou melhor, quando a “essência do pensamento” não foi devidamente captada.  Quando se deixam levar pelo entusiasmo de momento, ao invés de ponderar bem sobre o que realmente estaria sendo sentido.
Mas quando existe a real afinidade de pensamento, quando os parceiros, através do conhecimento mútuo da alma descobrem que se amam e, principalmente, se souberem usar adequadamente a “essência do pensamento”, então, virtualmente ou não, pode-se dizer que chegaram ao amor, ao qual até mesmo o contato físico pode não fazer falta.
Claro que para muita gente o contato físico é imprescindível, mas, sabendo adequar-se a certas situações, e, repito, sabendo usar o conhecimento adquirido através do pensamento, pode-se muito bem viver assim, sentindo-se espiritualmente, através do poder da mente.

Marcial Salaverry


18/09/14

O Que Deve Ser Esquecido


No sono buscar esquecimento,
para algum triste lamento...
Depois... ao acordar,
novamente livre para amar...
Sentir no coração,
novamente aquela emoção...
aquela sensação de amor,
aquele gostoso calor...
Lembranças agradáveis vividas,
jamais devem ser esquecidas,
sempre devem ser lembradas,
pois fazem bem para a alma,
e alegram nossa vida...
Lembrar o que de bom foi vivido,

é viver novamente...

Marcial Salaverry

Coração Triste

Hoje meu coração está triste.
O amor traz alegrias e tristezas.
Quando somos incompreendidos,
ou a pessoa amada não entende,
e responde com rispidez.

Mas eu não vou deixar meu coração assim,
Vou respirar, caminhar e sentir se vale a pena
ficar magoada injustamente.
Acredito que não pois um amor não destroi,
pelo contrário ele constroi.

A vida é para ser vivida com alegria,
e este sempre foi meu lema.
Vou pesar na balança e depois, 
se eu sentir que não vale a pena,
saio fora e retorno com o coração livre

Quem sabe uma pequena rusga,
é colocada para entendermos,
que aquele não era a alma gemea,
e agora quem sabe posso encontrar.
Então paro, medito e sei que
com equilíbrio tomarei a decisão certa.

Beki Warowitz


Conversar Com Deus


Desculpem-me os agnósticos, os ateus, os incréus, mas considero fundamental para nosso bem estar interior, batermos um papo com o Amigão (que é como o trato na intimidade de nossa velha amizade).  Cada qual dentro de sua crença, de sua fé, sempre deve-se dirigir a Alguém, principalmente nas horas de aperto, que é quando mais nos lembramos de bater nosso papinho.  Particularmente, sempre estou mantendo meu diálogo, que me é de grande valia.
Existe uma frase recém criada, que acabei de ouvir:
A fé remove montanhas.  (tá certo que um pouco de dinamite também ajuda...).
Penso que o caminho é esse... Sempre devemos buscar aquele papo com o Amigão... Apenas há que saber interpretá-lo...
Não procure explicações, normalmente Ele não explica nada, as idéias aparecem na cabeça, precisamos saber apreender o que nos foi passado, e aprender com isso.
Quando estamos com problemas, vivendo algum drama, devemos procurar o lenitivo, que é a solução que podemos adotar, se a interpretarmos de maneira correta.
Não procure entender o que houve.  Não vale a pena indagar-se o porque de certas situações, de certas dores que nos afligiram... Devemos apenas aceitar o que aconteceu, e procurar achar o lenitivo, a solução.  De que adiantará ficarmos questionando o fato já acontecido?  O mais coerente, será ver o que se pode fazer para superar o problema, ou pelo minimizar seus efeitos, ao invés de se fazer a tradicional pergunta: Por que comigo?  A única resposta possível, é exatamente esta: Porque foi contigo...
Não procure saber o porquê, porque realmente não vale a pena.  Vamos tentar acertar as coisas, ou aceitá-las pura e simplesmente. Afinal, o fato já aconteceu. Se a causa for conhecida, poderemos evitar sua repetição, e não evitar o que já houve. Portanto...
Apenas devemos  procurar a paz dentro de nosso coração... Isso sim é importante, devemos saber aceitar a irreversabilidade de certos fatos, sem nos revoltarmos com o que houve, pois tal atitude só nos vai toldar o raciocínio, impedindo-nos de ver muitas coisas boas a nosso redor.  Isso, indiscutivelmente, deveremos saber encontrar.
Talvez demore 1 dia, 1 mês, 1 ano... dependendo de nossa capacidade de absorção. De sabermos encarar corretamente os fatos e a vida em si.
Aceitando os fatos e encontrando a paz no coração, logo restarão apenas lembranças, e deveremos nos apegar àquela doce lembrança de bons momentos vividos, seja ao lado de pessoas queridas que se foram, seja em determinados locais onde passamos nossa vida.
É esse o caminho... quando aquela nuvem de tristeza principiar a nos toldar as idéias, devemos procurar afastá-la, lembrando sempre daquilo de bom que ficou em nossa lembrança. 
A doce saudade do que de bom tivemos na vida.   Prá que recordar tristezas?  Se alegrias existiram, deveremos revivê-las, ao menos nas lembranças.  Maus momentos, sempre deverão ser esquecidos.
Não é fácil... mas se fosse,  nada teria graça.  Temos que fazer nossa parte para melhorar nossa passagem por este mundo. 
Nunca nos esquecendo de que sempre espalhamos o que sentimos.  Se estivermos amargurados, transmitiremos amargura.  Se alegres, será alegria.  Portanto...
Fé, crianças.   Muita fé.  No Amigão, e em nossos amigos, que estarão sempre pedindo por nós em suas orações, como nós pedimos por eles.  Em momentos de dor, nunca deveremos nos esquecer de que sempre alguém se lembrará de pedir por nós. 
E nos momentos de alegria, agradecer tudo isso, e essa benção, que é a felicidade que estivermos sentindo dentro de nós. 

Marcial Salaverry